keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Investigação aponta que crime de feminicídio que aconteceu em Florianópolis foi premeditado pelo ex-companheiro

O casal tinha se separado em dezembro do ano passado. Eles tinham três filhos e segundo a família de Tatiana, ela trabalhava na revendedora onde o crime aconteceu antes da separação

X

As investigações feitas pela Polícia Civil apontam que o crime que tirou a vida de Tatiana Cardoso de Lima, 43 anos, foi premeditado. Tatiana foi morta na segunda-feira (8) com sete tiros disparados pelo ex-companheiro com quem foi casada por 25 anos.

Segundo o delegado Júlio César Lima Feitosa, responsável pelas investigações do caso, o “modus operandi” do suspeito, um homem de 60 anos, levou a conclusão sobre a premeditação. O caso é tratado como feminicídio.

Uma prima da Tatiane relatou que momentos antes do crime o suspeito chamou a vítima até a revendedora de carros que ele trabalhava. A justificativa é que ela buscasse dinheiro para pagar a mensalidade da escola da filha mais nova do casal. A polícia confirmou a informação sobre a emboscada.

O casal tinha se separado em dezembro do ano passado. Eles tinham três filhos e segundo a família de Tatiana, ela trabalhava na revendedora onde o crime aconteceu antes da separação. O suspeito é o dono do local.

O homem fugiu após o assassinato, mas foi preso horas depois em Porto Belo. A arma usada no crime foi apreendida na casa do irmão do suspeito em São José, na Grande Florianópolis.

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Idosa sai para ir a uma festa e é encontrada 10 dias depois em buraco pela família

Idosa saiu de uma festa de aniversário no dia 13 de fevereiro para ir para casa e caiu dentro de uma grota

Segurança

Foragido por dois homicídios é preso em Florianópolis

Captura ocorreu no início da madrugada de terça-feira (23) pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça

Mais notícias

Brasil

Auxílio emergencial e criptomoedas deverão ser declarados no Imposto de Renda

Saques emergenciais do FGTS também precisarão ser informados

Coronavírus

Começa distribuição de 3,2 milhões de doses da vacina contra covid-19

Chegada de mais imunizantes permitirá ampliar grupos prioritários