keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Imbituba faz acordo com MPSC para melhorar estrutura e coibir ocupação irregular e construções clandestinas

O Município de Imbituba firmou acordo com o Ministério Público por meio de um termo de ajustamento de conduta (TAC) para implantar melhorias e modernizações na estrutura para fiscalização urbanística da Secretaria de Desenvolvimento Urbano […]

X
Divulgação

O Município de Imbituba firmou acordo com o Ministério Público por meio de um termo de ajustamento de conduta (TAC) para implantar melhorias e modernizações na estrutura para fiscalização urbanística da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEDURB), com recursos humanos e materiais suficientes para uma eficaz repressão e prevenção de ilícitos.

O acordo foi proposto pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Imbituba após constatar a proliferação de loteamentos clandestinos, invasões, construções irregulares e clandestinas no município, que ocorre há muitos anos.

Segundo a Promotora de Justiça Sandra Goulart Giesta da Silva, as afrontas à ordem urbanística são decorrentes do funcionamento ineficiente do órgão municipal fiscalizador, em função da quantidade insuficiente de servidores e de estrutura, principalmente equipamentos relacionados às atividades desenvolvidas.

Com a assinatura do TAC, o órgão fiscalizador deverá ter ser dirigido por um servidor com formação técnica, ter um supervisor e um assessor jurídico e contar com quatro equipes de campo, com dois fiscais de obras cada, que deverão passar por capacitações no mínimo anuais. O prazo para a adequação na quantidade e formação técnica dos servidores do setor – que, com exceção do assessor jurídico, deverão ser de dedicação exclusiva – será de até 180 dias.

O acordo também prevê adequações tecnológicas ao setor, como aquisição de um drone e de software específico para a gestão da fiscalização. Além disso, cada equipe deverá receber um GPS, um tablet e telefone com câmera, além de ter veículo, computador e impressora disponível.

O município deverá, ainda, conceder amplo poder de polícia à fiscalização, que quando em vistoria de eventual parcelamento clandestino ou irregular do solo poderá adotar as medidas necessárias executivas cabíveis, como embargo e auto de infração em caso de obras sem a devida autorização.

Finalmente, o município se comprometeu a não fornecer licença, não inserir em cadastro imobiliário e não fornecer documento que permita instalação de água ou energia elétrica para qualquer obra em loteamento ilegal até a efetiva regularização dos empreendimentos, salvo se a área se tratar de área incluída em núcleo urbano informal consolidado dentro dos prazos legais.

“São obrigações que visam a adequação do setor de fiscalização de obras, posturas e empreendimentos urbanísticos, com estruturação da equipe técnica e implementação de medidas para a repressão e prevenção de ilícitos, de modo a garantir a aplicação da legislação que trata do ordenamento do solo do Município de Imbituba”, completa a Promotora de Justiça.

Fonte: Visor Notícias

Geral

PCSC lamenta morte de policial membro da Academia de Letras do Brasil

É com profundo pesar que a Polícia Civil de Santa Catarina comunica o falecimento do Agente de Polícia Francisco Péricles Pazda, o Chico, ocorrido na sexta-feira (07). O Agente ingressou na Instituição em 1988. Em […]

Geral

Investimentos melhoram abastecimento no bairro São Miguel em Penha

A concessionária Águas de Penha investiu em um projeto de melhorias no abastecimento do bairro São Miguel. Arthur May, coordenador operacional da concessionária, explica que o projeto envolveu um conjunto de ações, sendo que uma […]

Geral

Atriz Tatá Werneck é criticada nas redes sociais por usar três máscaras no velório de Paulo Gustavo

Internautas acharam um “exagero” por parte da artista ir no local com “tanta proteção”

Geral

Município do Sul de SC está em alerta para foco de raiva bovina

A raiva não tem cura e pode matar animais e seres humanos, portanto a vacinação é muito importante para prevenir e proteger os animais.

Mais notícias

Segurança

Mulher foge de blitz e atropelada policial em Florianópolis

Uma motorista que fugiu de uma blitz na cidade de Florianópolis atropelou um policial na tarde deste sábado (08)z O policial militar havia ficado em frente ao carro para evitar que a motorista se deslocasse […]