keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

IMA aponta 70,5% dos pontos analisados próprios para banho em SC

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) divulgou, nesta sexta-feira,11, o relatório de balneabilidade n°10 da temporada de verão. Dos 237 pontos analisados pela pesquisa semanal, 167 estão próprios para banho em Santa […]

Divulgação

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) divulgou, nesta sexta-feira,11, o relatório de balneabilidade n°10 da temporada de verão. Dos 237 pontos analisados pela pesquisa semanal, 167 estão próprios para banho em Santa Catarina, o que representa 70,5 %. Em Florianópolis, dos 87 pontos onde há coleta, 72 estão em condições de receber banhistas, ou seja, 82,8%.

As coletas para a elaboração da pesquisa são efetuadas em 27 municípios litorâneos e mais de 100 praias e balneários do Sul ao Norte, compondo os municípios de: Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Camboriú, Balneário Barra do Sul, Balneário Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

A água é considerada Própria quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas, no mesmo local, houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros, e Imprópria quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas, no mesmo local, for superior que 800 Escherichia coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros.

O diretor de Engenharia e Qualidade Ambiental do IMA, Fábio Castagna da Silva, enfatiza que a pesquisa não considera uma análise pontual, mas um histórico de análises de cinco semanas consecutivas do mesmo ponto. “Quando o cidadão encontra uma placa de ‘próprio para banho’, isso quer dizer que durante 5 semanas aquele ponto apresentou baixos resultados de concentração da bactéria Eschericchia coli, utilizada como indicador para elaboração da pesquisa, ou seja, significa que aquele ponto teve pouco ou nenhum contato com esgoto durante o período” explica Fábio.

A metodologia aplicada pelo IMA é utilizada em todo Brasil é normatizada pela Resolução n. 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) e segue as diretrizes da Organização Mundial da Saúde. Monitoramento similar é realizado em várias partes do mundo.

Durante a temporada de verão, o IMA realiza as análises semanalmente. O calendário de coletas é divulgado antecipadamente e está disponível no site do IMA neste link. Os resultados do monitoramento são atualizados automaticamente e podem ser conferidos na íntegra no site: balneabilidade.ima.sc.gov.br e no aplicativo Praia Segura.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Familiares se despedem do jornalista Dom Phillips em Niterói

Família disse que seguirá atenta aos desdobramentos das investigações

Geral

Quina de São João: Moradores de Bombinhas, Itajaí, BC e Camboriú ganham prêmios

Cerca de 32 apostas de SC acertaram na Quina de São João

Geral

Mega-Sena: Quatro apostas de SC ganham mais de R$ 30 mil

Apenas um jogo, do Estado de São Paulo, acertou seis números e vai receber o prêmio de R$ 78 milhões

Geral

VÍDEO: Presidente Jair Bolsonaro manda abraço para Itapema

Bolsonaro esteve no evento acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro

Mais notícias

Segurança

Corpo de mulher é encontrado no rio Itajaí-Açu em Blumenau

Cadáver chegou a ser identificado, mas o nome da mulher morta não foi informado.