keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Homem invade escola, mata duas crianças esfaqueadas e deixa 14 feridos na China

Dois professores também ficaram feridos durante o ataque

X
Foto: Ilustrativa

Um homem invadiu uma escola com uma faca, matou duas crianças e deixou outras 14 pessoas feridas na cidade de Beiliu, na região autônoma de Guangxi Zhuang, no Sul da China. O crime aconteceu na quarta-feira (28). As informações foram divulgadas pela da agência de notícias chinesa Xinhua.

Entre as crianças feridas, duas estão em estado grave. Dois professores também ficaram feridos durante o ataque, que ocorreu por volta das 14h (3h, no horário de Brasília). O suspeito foi detido pelos policiais. As informações são do Uol. As vítimas foram socorridas e levadas a um hospital, que pediu doações de sangue à população. Ainda não se sabe o motivo do ataque. A polícia chinesa investiga o caso.

Imagens publicadas em redes sociais mostram o momento em que policiais levam o suspeito algemado. É possível ver ainda crianças sendo carregadas até um carro. Segundo informações da imprensa chinesa, o ataque teria ocorrido enquanto as crianças dormiam.

Foto: Twitter/Divulgação

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Mãe espanca filha de 7 anos e deixa criança sem comida por dias; caso é investigado

Como forma de castigo menina era deixada de joelhos na cozinha durante toda a madrugada sem poder dormir

Segurança

Polícia Civil autua em flagrante autor das mortes em Saudades

Preso foi autuado em flagrante por cinco homicídios triplamente qualificados

Segurança

Polícia apreende 167 quilos de maconha em Pinhalzinho

O motorista, de 31 anos, disse que levaria a maconha até o Rio Grande do Sul

Mais notícias

Política

Paulinho apresenta projetos de mobilidade e turismo de Bombinhas para líder do governo Bolsonaro na Câmara

Uma das regiões beneficiadas é a do Mariscal, uma das praias mais procuradas pelos banhistas que todos os anos visitam a cidade

Segurança

Mãe espanca filha de 7 anos e deixa criança sem comida por dias; caso é investigado

Como forma de castigo menina era deixada de joelhos na cozinha durante toda a madrugada sem poder dormir