keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Homem é preso vendendo celulares furtados de argentinos em Bombinhas

Iapoã Gomes de Souza, vulgo Paraíba, 32 anos, havia pego os aparelhos de dois turistas da Argentina em Bombas

X

Na manhã desta segunda-feira, 12, a Polícia Militar de Porto Belo e Bombinhas foi acionada para verificar um homem que estaria oferecendo aparelhos celulares na praia de Bombas. Chegando ao local, os Policiais Militares se aproximaram de Iapoã Gomes de Souza, vulgo Paraíba, 32 anos, que ao perceber a presença policial arremessou uma sacola por cima de um muro. Dentro dela foram localizados dois aparelhos celulares, um LG e um Motorola.

Indagado, Iapoã confessou que havia furtado os dois aparelhos de turistas argentinos momentos antes, na praia de Bombinhas, e que estaria tentando vendê-los por R$ 250,00. Diante dos fatos, o homem, que já tinha 31 Boletins de Ocorrência, foi conduzido para a Delegacia de Bombinhas para demais providências.

 

Segurança

Guarda-vidas trabalharão o ano inteiro em Navegantes

No período entre abril e novembro, as praias da cidade contarão com 8 Guarda-Vidas distribuídos em 4 postos.

Segurança

Idosa que vive em situação precária é resgatada; filho acaba preso por maus tratos em Itajaí

Idosa disse que só come quando ganha alimentos dos vizinhos ou amigos

Segurança

Filho de vereador catarinense é preso por espancar homem até a morte

As investigações indicam um desentendimento entre o criminoso e a vítima

Segurança

Vídeo: Carro bate em barco em rua movimentada de Chapecó

Com a colisão, o barco capota e é arrastado pela caminhonete.

Segurança

Homem fica soterrado em obra após terra desabar durante escavação

Vítima apresentava escoriações nos membros inferiores e suspeita de fratura na clavícula

Mais notícias

Coronavírus

Deputada Paulinha defende a imunização em massa da população

Ela participou da reunião da Fecam que reuniu mais de 70 gestores de municípios de Santa Catarina

Política

Conselho de Ética notifica deputados Daniel Silveira e Flordelis

Parlamentares têm dez dias úteis para apresentar defesa