keyboard_backspace

Página Inicial

Saúde

Hepatite misteriosa que já atingiu 47 crianças no Brasil pode ter relação com a Covid-19

A hepatite é caracterizada por uma inflamação no fígado

Foto: Agência Brasil

O Ministério da Saúde do Brasil investiga 47 casos de uma hepatite aguda em crianças, que ainda têm causas desconhecidas. Diferentemente das hepatites A, B, C, D e E, ela não é causada por um vírus conhecido. Os principais estudos que investigam as causas da doença indicam uma relação, que ainda precisa ser comprovada, entre a covid-19 e um tipo de adenovírus.

Os primeiros casos começaram a ser investigados no Reino Unido. Hoje, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) já são cerca de 420 casos no mundo, incluindo seis óbitos. “As causas conhecidas de hepatite foram buscadas nessas crianças [do reino unido] e não foram encontradas, então, surgiu esse alerta preocupante até certo ponto, porque é, talvez, uma apresentação nova da doença”, explica o coordenador do Serviço de Gastroenterologia do Hospital Universitário (HU), de Florianópolis, Leonardo Schiavon. Ele complementa que alguns casos foram graves e necessitaram, inclusive, de transplante de fígado.

A hepatite é caracterizada por uma inflamação no fígado. Entre os sintomas nas crianças, estão mal-estar, perda de apetite, vômito, alteração no funcionamento do intestino e, algumas vezes, febre baixa. O sintoma mais típico é o amarelamento dos olhos, conhecido como icterícia, nesses casos o escurecimento da urina também é comum. Apesar de ter causa ainda desconhecida, a hepatite misteriosa tem sintomas muito parecidos com os outros tipos da doença.

CAUSAS

Os estudos começaram no Reino Unido, onde foram registrados os primeiros casos. Atualmente, a hipótese mais aceita na comunidade científica é que essa hepatite aguda em crianças é provocada por uma reação imunológica causada pela junção do coronavírus e do adenovírus. A hipótese foi levantada porque a maioria das crianças afetadas já haviam sido infectadas pelo coronavírus.

O hepatologista Leonardo Schiavon explica que este adenovírus já é conhecido e causa, geralmente, viroses e resfriados. “Os pais têm que ficar atentos e, caso as crianças apresentem esse amarelamento nos olhos, levar para atendimento médico. Mas os casos são raros, considerando todas as crianças do mundo, é uma condição bem incomum”, conclui.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Saúde

Secretaria de Saúde de BC estende horário de vacinação no Posto Central

Contra a gripe, estão aptos a imunização a população em geral, exceto bebês até seis meses de idade

Saúde

Santa Catarina é o 2º Estado do Brasil com mais morte de dengue

Foram contabilizados 585 mortes desde janeiro até o dia 20 de junho

Saúde

São José retoma a vacinação contra a Covid-19

São José possui 86% da população vacinada com a segunda dose e 44% com o primeiro reforço

Saúde

Em Joinville, governador anuncia abertura de novos leitos de UTI e meta para dobrar cirurgias eletivas

Governador também anunciou que o Estado dobrará o número de cirurgias eletiva

Saúde

Morador de Itajaí morre vítima da dengue

Boletim Epidemiológico confirma ainda 211 casos da doença em 2022, uma redução de 40% em relação ao ano passado

Mais notícias

Mercado Imobiliário

Em apenas um dia, Vivapark Porto Belo vende R$ 115 milhões em lotes para residências

Este foi o maior valor de vendas em um único dia em toda história da Vokkan

Política

Presidente Bolsonaro confirma general Braga Netto como vice em chapa

Anúncio oficial deverá ocorrer nos próximos dias, mas, Bolsonaro, antecipou que sua escolha será o Braga Netto