keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Havan é finalista de prêmio internacional com tecnologia de identificação por radiofrequência

A empresa concorre na categoria de “Melhor implementação de RFID de varejo” e somente duas organizações brasileiras foram selecionadas para a premiação

X
Divulgação

A Havan, uma das maiores varejistas do Brasil, é finalista do RFID Journal Awards, premiação internacional que reconhece cases de sucesso na implantação da tecnologia de identificação por radiofrequência – RFID. Os vencedores serão conhecidos no RFID Journal LIVE!, que vai acontecer em Phoenix, no Arizona, nos Estados Unidos, de 26 a 28 de setembro.

A empresa concorre na categoria de “Melhor implementação de RFID de varejo” e somente duas organizações brasileiras foram selecionadas para a premiação. O RFID Journal Awards é realizado anualmente pelo RFID Journal, que é a principal fonte de notícias e informações detalhadas sobre RFID e outras tecnologias de Internet das Coisas (IoT). “Estamos muito felizes em ver o nosso esforço ser reconhecido globalmente. Acreditamos que vamos trazer esse prêmio para Havan”, comenta o Gerente de Desenvolvimento de Sistemas do Havan Labs, Alexsandro Elói Venâncio.

O RFID trata-se de uma tecnologia que possibilita fazer a identificação por radiofrequência de todos os produtos com etiquetas digitais através de um microchip de alta tecnologia. A implementação do RFID colocou a Havan como referência na América Latina. O projeto foi desenvolvido internamente no Havan Labs e foi implantado em dois anos, um tempo recorde, em todas as 163 megalojas, Centro de Distribuição e 500 fornecedores. “Normalmente, um projeto desse porte, leva em torno de 10 anos para ser implantado 100%”, detalha Venâncio. 

Entre os benefícios do RFID, estão a velocidade e a exatidão nas leituras. A tecnologia oferece praticamente 100% de precisão nas contagens de produtos e oportuniza que inventários que levavam dias para ser feitos, sejam realizados em poucas horas. “Levávamos cerca de 750 horas para fazer um inventário em uma loja. No setor de moda, por exemplo, precisávamos de 15 pessoas durante cinco noites para contar todos os itens. Hoje, o trabalho é feito por uma única pessoa, em poucas horas, com rapidez e total segurança dos dados”, frisa.

Os ganhos do RFID também se aplicam para o controle do estoque e distribuição de produtos na área de venda. Sendo possível garantir a distribuição para as lojas de modo eficiente, diminuindo o estoque e gerando resultado em econômica para a empresa. “Com o RFID sabemos exatamente se determinado produto está na área de venda ou no estoque. Esse controle é fundamental para uma boa gestão logística”, finaliza.

Fonte: Visor Notícias

Brasil

Informação de que dupla sertaneja estaria em avião que caiu preocupa internautas

A confusão pode ter acontecido por conta da sigla do jato que caiu

Brasil

Piloto ejeta e caça da Força Aérea Brasileira cai em plantação nesta segunda-feira (13)

O piloto foi resgatado por um helicóptero H-60 Black Hawk do Esquadrão Pelicano (2º/10° GAV), passa bem e recebe acompanhamento médico.

Brasil

Homem pede x-bacon e encontra mamilo dentro do lanche

Abrir e descobrir isso foi revoltante. Isso me desestimulou completamente. Tanto que estou pensando em me tornar vegano agora”, diz o cliente

Brasil

Com gasolina cara, inventor faz caminhonete funcionar com óleo de cozinha usado

O ecologista Paulo Roberto Lenhardt, residente no Rio Grande do Sul, foi pioneiro na instalação de um sistema que permite ao motor a diesel funcionar à base de óleo vegetal.

Brasil

“Calou a gaita mais fandangueira do Sul do Brasil”, Garotos de Ouro lamentam a morte de Airton Machado

Os últimos shows com Airton foram no Over Beer e no Clube Astréa, em São Joaquim, na Serra Catarinense

Mais notícias

Segurança

Grave acidente entre dois carros deixa quatro mortos na BR-282

Acidente foi registrado na noite desta quarta-feira (15) na altura de Ponte Serrada

Segurança

Jovem mata amiga a facadas para testar se era psicopata

A vítima foi dada como desaparecida entre 24 e 30 de agosto. O delegado que está à frente do caso contou detalhes do assassinato, nesta quarta-feira (15)