keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Grupo da Univali faz sensibilização alusiva ao Dia Mundial do AVC

O Acidente Vascular Cerebral (AVC), também conhecido como “derrame” é a principal causa de incapacidade no mundo. Com objetivo de conscientizar para prevenção e alertar para a importância do tratamento e da reabilitação, um grupo de professores e acadêmicos da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), por meio do projeto de extensão Assessoria na Construção da Rede de Apoio para Afásicos de Itajaí junto com a Associação de Afásicos de Itajaí e Região (AAfas), realiza entre os dias 23 e 27 de outubro, abordagens de sensibilização na Universidade e em instituições públicas da região. 

A ação é alusiva ao Dia Mundial do AVC – 29 de outubro, e envolverá alunos e professores da saúde, profissionais e pacientes. Nos dias 23 e 25, das 13h30 às 18h, as atividades ocorrem no bloco F da Univali, Campus Itajaí.  Já na tarde do dia 24, um grupo estará na Unidade Básica de Saúde da Praia Brava, em Itajaí. No mesmo dia (24), das 13h30 às 18h, uma outra equipe fará as abordagens no Hospital e Maternidade Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. Nos dias 25 e 26, das 19h às 22h, e no dia 27, das 8h às 12h, serão mediadas rodas de conversa sobre o assunto, no bloco F da Univali. No dia 26, das 13h30 às 18h, haverá ação na Câmara de Vereadores de Itajaí.

De acordo com o Ministério da Saúde, a cada cinco minutos um brasileiro morre em decorrência do AVC, contabilizando mais de 100 mil mortes por ano. A professora Deise Baixo Duarte Furtado, do curso de Fonoaudiologia, coordenadora do projeto de extensão que assessora e dá apoio aos afásicos da região, comenta que o derrame causa mudanças imediatas e muitas vezes devastadoras na vida dos acometidos e das pessoas próximas a eles. “Mesmo assim, ainda é uma doença negligenciada por muitos”, alerta.

Sobre a doença

O AVC ocorre quando uma obstrução nas artérias interrompe ou reduz o fornecimento de sangue para o cérebro, causando lesões temporárias ou permanentes. O acidente ainda é bastante confundido com outros problemas de saúde, por isso, é fundamental identificar corretamente os sinais e buscar imediatamente atendimento médico. Deve-se ficar atento ao início súbito de: fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna; confusão, alteração da fala ou na compreensão; alteração na visão (em um ou ambos os olhos); alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar; dor de cabeça súbita, intensa e sem causa aparente.

Apoio a afásicos da região

A afasia é um distúrbio de linguagem causado por acidente vascular, traumatismo craniano, meningite, entre outras ocorrências que lesionam o cérebro. Para fortalecer a rede de apoio de afásicos de Itajaí e região, a Univali criou um projeto de extensão, que acolhe e orienta pacientes e cuidadores, com encontros semanais e gratuitos.

 

Os interessados devem entrar em contato com a Clínica de Fonoaudiologia da Univali, pelo telefone (47) 3341-7692, para agendar um horário de acolhimento. No primeiro contato a equipe apresenta as atividades do projeto e realiza uma breve avaliação para conhecer o participante. Não é necessário encaminhamento médico, e tanto a triagem quanto as atividades são ofertadas de forma gratuita.

Assista ao vídeo sobre o projeto em https://youtu.be/x_Y1cYGHhxM

Cidades

Vaquinha arrecada dinheiro para criança atropelada por moto em Camboriú

A família pede ajuda financeira e de materiais para o uso da menina

Cidades

VÍDEO: Caminhão carregado de cerveja perde o freio e tomba na descida do morro de Bombas

Fotos e vídeos mostram a carga de cerveja despejada na pista e muitos curiosos em volta

Cidades

Trabalhadores ficam feridos após caírem de aproximadamente 8 metros em Tijucas

Testemunhas afirmam que os trabalhadores estava com equipamentos de proteção individuais (EPIs)

Cidades

Pedágios caros inviabilizam concessão das rodovias federais catarinenses, diz governo federal

Planos de concessão para as rodovias BR 153, 470, 282 e 280 foram revogados, segundo o secretário Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, Marcello da Costa Vieira

Cidades

Pesquisa aponta Santa Catarina como destino seguro mesmo durante a pandemia

Entre os que avaliaram o Estado como totalmente seguro, 41% pretendem viajar ainda no segundo semestre de 2020

Mais notícias