keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Governo e entidades debatem melhorias no sistema de prevenção a eventos climáticos em SC

Grupo de trabalho para aprofundar os debates a respeito do tema será criado

O governador Carlos Moisés recebeu o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Moura, e representantes do Fórum Parlamentar Catarinense para debater o uso da tecnologia nacional para melhoria da prevenção a eventos climáticos extremo no estado. A reunião desta quarta-feira, 29, ocorreu por meio da interlocução do deputado federal Daniel Freitas, que também é presidente da Frente Parlamentar Mista em Apoio ao Programa Espacial Brasileiro.

Durante o encontro, foi abordada a necessidade de se avançar com o desenvolvimento da tecnologia espacial brasileira de modo a ajudar o trabalho de meteorologia e de prevenção a desastres naturais. Segundo o governador Carlos Moisés, a união de esforços de diversas entidades é fundamental para se avançar em medidas cada vez mais eficazes por parte da Defesa Civil.  “Essa junção de informações pode nos levar a consolidar um grande projeto. Estamos lançando uma semente de união. Com a expertise da nossa Defesa Civil, podemos replicar o modelo para outros lugares. É um momento muito importante”, destacou o governador.

O chefe da Defesa Civil estadual, João Batista Cordeiro Júnior, explica que Santa Catarina sempre deu muita importância ao monitoramento e aos alertas climáticos.  “Fomos o primeiro estado a adquirir uma antena para fazer a captação de imagens de satélite, de modo a fazer a previsão meteorológica. Hoje estivemos reunidos com uma série de atores dessa área de previsão. Conseguimos ver a importância do investimento em satélites, pois hoje o Brasil não tem autossuficiência, usamos satélites americanos. Também debatemos onde a Defesa Civil deve investir na parte de monitoramento para fazer alertas com bastante antecedência”, disse Cordeiro.

O presidente da AEB destacou que o encontro com o governador serviu para mostrar as oportunidades do investimento no setor espacial, além de verificar as demandas locais, como a ampliação do trabalho em Defesa Civil. “Viemos discutir com os especialistas de que maneira os serviços espaciais podem ajudar a entender melhor esses fenômenos e preveni-los. Tivemos a felicidade de ouvir diversos setores e temos a certeza de que podemos ajudar a compor o mosaico de soluções para que Santa Catarina esteja mais bem preparada”, afirmou Moura.

A partir desse primeiro encontro, ficou definida a criação de um grupo de trabalho para aprofundar os debates a respeito do tema.  O setor de meteorologia esteve representado na reunião por diversos profissionais, entre eles o presidente da Associação Catarinense de Meteorologia, Leandro Puchalski.

Geral

Blumenau abre os primeiros abrigos e avisa população sobre possível enchente

Anúncio foi feito em coletiva, nesta tarde de quinta-feira (21), Rio atingirá 7,5 metros às 22h.

Geral

Agricultor de SC afirma conversar com extraterrestres há 53 anos

O agricultor de 64 anos afirma ter recebido, por meio de telepatia, a informação sobre a pandemia de Covid-19 de seres extraterrestres.

Geral

Pronto Atendimento Digital da Unimed Litoral faz balanço de atendimentos

O Pronto Atendimento Digital da Unimed Litoral (PA Digital), que entrou em funcionamento no final de dezembro, atingiu resultados acima das expectativas da gestão.

Geral

MetSul Meteorologia diz que Santa Catarina enfrentará uma calamidade por conta das chuvas

Acumulados entre essa quinta e sábado podem atingir de 300 mm a 400 mm em alguns pontos

Geral

Porto de Itajaí recebe a maior embarcação da Marinha do Brasil e da América Latina

Embarcação da Marinha do Brasil tem 208,12 metros de comprimento e 30,4 metros de largura

Mais notícias