keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Governadora Daniela Reinehr lança iniciativas na área de desenvolvimento social

A governadora Daniela Reinehr anunciou na manhã desta quinta-feira, 26, em Florianópolis, dois projetos destinados a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais dos catarinenses. O primeiro é um termo de Cooperação Técnico-Científica para […]

X

A governadora Daniela Reinehr anunciou na manhã desta quinta-feira, 26, em Florianópolis, dois projetos destinados a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais dos catarinenses. O primeiro é um termo de Cooperação Técnico-Científica para a produção de cadeiras de rodas em oficinas próprias nas unidades prisionais, utilizando a mão de obra dos apenados. O segundo é um Projeto de Lei para a criação da Fundação de Amparo aos Necessitados de Santa Catarina (Funesc), para a execução de ações em prol da população.

“Cuidar do nosso povo é um dos mais importantes de nossos deveres. Sempre fui movida por uma determinação de buscar um  mundo melhor, com mais oportunidade de pleno desenvolvimento com amparo àqueles que necessitam. O dia de hoje é muito especial, para Santa Catarina e para mim, que como governadora consigo dar andamento e avançar nestes dois importantes projetos que idealizei e trabalho para viabilizar desde janeiro do último ano e pelos quais tenho um grande apreço. São propostas diferentes, mas semelhantes em sua essência”, disse a governadora.

Cadeiras de rodas

O termo de Cooperação Técnico-Científico é entre a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e as secretarias de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa (SAP), de Desenvolvimento Social (SDS), da Saúde (SES) e da Educação (SED).

O objetivo é desenvolver projetos de cadeiras de rodas para utilização por pessoas com deficiência e treinamento para os apenados do Sistema Prisional catarinense, já que seriam feitas nas oficinas próprias. Além disso, irá elaborar soluções médico-hospitalares em diferentes níveis e áreas da saúde a partir de base tecnológica e, promover a implementação e transferência das soluções desenvolvidas para hospitais públicos e empresa privada.

Conforme a governadora, além de contemplar o atendimento às pessoas que necessitam de cadeiras de rodas, a parceria gera oferta de trabalho e habilitação profissional aos detentos. O projeto, que será executado na Penitenciária Industrial de Joinville, deve ter início no primeiro semestre de 2021.

Funesc

O Projeto de Lei para a criação da Funesc será enviado e passará por aprovação da Assembleia Legislativa. A Fundação visa desenvolver ações de amparo aos cidadãos necessitados de Santa Catarina, em especial pessoas com deficiência.

Dentre as atribuições está a de desenvolver projetos de captação de recursos públicos ou privados, advindos da União, Estado, municípios ou até privados para suas ações. Além de definir os critérios de acompanhamento e avaliação das iniciativas, estabelecer, anualmente, a alocação dos recursos orçamentários segundo as áreas prioritárias e promover a articulação com as universidades e outras entidades.

“São muitas as atribuições possíveis e previstas que motivam a efetivação desta medida. Eu tenho trabalhado neste projeto há algum tempo, procurando viabilizá-la desde o fechamento da Fundação Nova Vida”, informou Daniela Reinehr.

Fonte: Visor Notícias

Cidades

Defesa Civil alerta para risco alto de deslizamentos em Itajaí nas próximas horas

Nas últimas 72 horas, foram observados acumulados acima de 100mm na Grande Florianópolis, Médio Vale do Itajaí e Litoral Sul

Cidades

Projeto de pavimentação do Morro de Zimbros passa por última análise

Além da pavimentação asfáltica da Rua Carlos Antônio da Silva Filho, conhecida como Estrada do Morro de Zimbros, também serão pavimentadas as ruas Irineu José Moreira, José Guerreiro Filho e Leopoldo Guerreiro Filho

Cidades

Defesa Civil emite alerta máximo para deslizamentos em Santa Catarina

Nas últimas 72 horas, foram observados acumulados acima dos 100 mm no Litoral e Vale do Itajaí. Destacam-se os municípios de Florianópolis, com 250 mm e Guabiruba, com 180 mm

Cidades

Mãe e filha que morreram soterradas são veladas em Florianópolis

Além das duas vítimas, o filho e irmão das mulheres também morava na casa, mas ele saiu da residência pouco antes do incidente

Mais notícias