keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Funcionário público furtou mais de R$150 mil em produtos de saúde

A suspeita é que o servidor teria furtados produtos aproveitando-se do cargo e do acesso aos materiais

Divulgação

Um mandado de busca e apreensão cumprido pelas polícias Militar e Civil em Itapoá recuperou mais de R$150 mil em produtos furtados do serviço público da cidade. A operação foi feita nesta segunda-feira (13) e o principal suspeito é um servidor público da cidade, que usaria os amteriais para realizar cursos particulares.

Entre os materiais furtados, estão terstes de Covid-19, termômetros, medicamentos, colares cervicais e outros produtos relacionados à área da saúde. A suspeita é que o servidor teria furtados produtos aproveitando-se do cargo e do acesso aos materiais.

No local, também foram apreendidas seis cobras criadas em cativeiro e também usadas nos cursos. Todos os objetos foram encaminhados à delegacia para devolução aos órgãos públicos. Já o suspeito não foi localizado.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Vizinhos escutam gritos de socorro e descobrem que homem foi morto com 29 facadas

A vítima levou 29 facadas no corpo, a maioria na região do abdômen

Segurança

Policial mata a irmã a tiros e é presa pelo marido, que também é PM

Rhaillayne Oliveira de Mello, 23 anos, foi presa pelo próprio marido, que também é PM

Segurança

Polícia Civil prende homem que estava foragido por tráfico de drogas em Tubarão

O homem foi preso ainda em flagrante pelos delitos de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo

Segurança

Adolescente ameaça cometer atentado em escola de SC

O jovem é diagnosticado com transtorno mental e foi identificado e medicado

Mais notícias

Segurança

Vizinhos escutam gritos de socorro e descobrem que homem foi morto com 29 facadas

A vítima levou 29 facadas no corpo, a maioria na região do abdômen

Segurança

Policial mata a irmã a tiros e é presa pelo marido, que também é PM

Rhaillayne Oliveira de Mello, 23 anos, foi presa pelo próprio marido, que também é PM