keyboard_backspace

Página Inicial

Mundo

Exército americano testa cães robôs com armas letais em missões de patrulha

Os cães robôs tem capacidade de zoom ótico de 30x, visão térmica para disparar no escuro e uma capacidade de atingir alvos a 1.200 metros.

X

A empresa Boston Dynamics apresentou robôs quadrúpedes e bípedes desenhados para assistência, trabalhos em armazém ou mesmo para suportar forças policiais. A empresa tem uma política estrita contra o uso de armas montados nos seus robots. Mas isso não significa que o conceito não inspire outras empresas a criarem outras versões bélicas destes equipamentos.

A empresa americana Ghost Robotics está a equipar os seus robots com armas desenvolvidas pela Sword International, especialista em criar pequenas armas personalizadas. O robot chama-se Vision 60 e utiliza armas da plataforma SPUR (special purpose unmanned rifle), ou seja, armas que podem ser operadas autonomamente. É descrito que esta arma tem uma capacidade de zoom ótico de 30x, visão térmica para disparar no escuro e uma capacidade de atingir alvos a 1.200 metros.

No website da Sword, é referido que o sistema SPUR foi desenhado para ser operado à distância, permitindo ao seu operador que carregue ou ative a segurança da arma, podendo ser utilizado numa vasta magnitude de condições.

Estes robots estão a ser testados pelo exército americano em diferentes operações. Estes servem para patrulhar o perímetro das bases militares, assim como para percorrer locais pantanosos de difícil acesso dos soldados ou veículos. “Estes cães serão mais um par de olhos e ouvidos enquanto computam grandes quantidades de dados em localizações estratégicas na área da Base da Força Área Tyndall”, é referido numa entrevista dada pelo CEO da Ghost Robotics ao The Drive.

Estes robots têm ainda outras finalidades para além do reconhecimento do terreno. Podem ser usados para mapear terreno através de vídeo remoto, servir como torres móveis de telecomunicações mobile, para desarmar bombas, assim como detetar elementos químicos, biológicos ou nucleares.

Segundo o The Verge, sobre o uso bélico, a lei americana não proíbe a utilização de armas nestes robots, embora tenham sido alvo de várias campanhas contra estes sistemas. Mas isso não tem impedido as empresas de continuar a investigar sistemas de robots com armas.

Fonte: Visor Notícias

Mundo

Governo do Estados Unidos cria estrutura para analisar informações sobre ovnis

Decisão está ligada à possibilidade de casos de fenômenos aéreos não identificados serem patrocinados por espiões de outros países

Mundo

Nasa lança foguete para desviar asteroide e treinar para ameaças contra a terra

Trata-se, segundo a agência, de um "experimento real" com foco em evitar que, um dia, uma pedra espacial venha causar danos à terra e a vida humana.

Mundo

Irmãos morrem após comerem macarrão instantâneo

Dois irmãos, de 9 e 13 anos, morreram após comerem macarrão instantâneo em Mpumalanga, na África do Sul na semana passada. O caso aconteceu dias após duas crianças e um bebê também morrerem depois de […]

Mundo

Homem que tem o ‘maior pênis do mundo’ diz que atributo atrapalha na hora de conseguir emprego

Jonah Falcon, diz que tem membro que mede 34 centímetros quando ereto e isso atrapalha sua carreira de ator

Mundo

Modelo faz selfie e percebe que banhista estava tirando foto sua por outro ângulo

A modelo compartilhou a foto no TikTok com seus 46.000 seguidores. A postagem viralizou

Mais notícias

Coronavírus

SC confirma 1.232.109 casos, 1.207.753 recuperados e 19.976 mortes

Em comparação com a última atualização diária, há 3 óbitos a mais

Coronavírus

Brasileiro testa positivo para Covid-19 ao chegar da África

Ele foi colocado em isolamento e já cumpre quarentena residencial

Atendente Virtual Visor

Estou disponível, posso ajudar?

openPopup