keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Ex-prefeito e mais três pessoas são condenadas a mais de 200 anos de prisão em SC

Consta nos autos que, durante vários anos, o ex-prefeito, seu filho (servidor público municipal) e os dois empresários praticaram diversas condutas criminosas com prejuízos milionários ao município de Major Vieira

X
Foto: Reprodução/NSC TV

Um ex-prefeito, seu filho, e dois empresários foram condenados neste mês por crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva, fraudes à licitação e lavagem de dinheiro. A decisão foi prolatada pelo juiz Eduardo Veiga Vidal, titular da Vara Criminal da comarca de Canoinhas.

Orildo Antônio Servegnini, o filho dele, Marcus Vinicius Brasil Servegnini e dois empresários foram condenados por corrupção. De acordo com denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Orildo e Marcus burlavam o caráter competitivo de licitações. Cabe recurso.

O ex-chefe do Poder Executivo Municipal foi condenado às penas de 41 anos e 26 dias de reclusão e 16 anos, nove meses e 18 dias de detenção. O filho do ex-prefeito foi condenado às penas de 29 anos, 10 meses e 24 dias de reclusão e 11 anos e oito meses de detenção. Cada um dos empresários, que também são pai e filho, foi condenado às penas de 41 anos, 11 meses e seis dias de reclusão e ainda 12 anos de detenção. Ambos foram condenados, ainda, ao pagamento de penas de multa que, somadas, totalizam mais de 900 dias-multa.

Os quatro réus deverão cumprir as penas de reclusão em regime inicial fechado e as de detenção em regime inicial semiaberto.

Consta nos autos que, durante vários anos, o ex-prefeito, seu filho (servidor público municipal) e os dois empresários praticaram diversas condutas criminosas com prejuízos milionários ao município de Major Vieira, que conta com 8 mil habitantes, aproveitando-se da condição de prefeito e servidor público influente no Município. O prejuízo ao erário decorrente da conduta dos réus perfaria o montante de ao menos R$ 5.710.620,67, valor extremamente elevado, principalmente considerado o pequeno porte do município.

De acordo com a decisão, o ex-prefeito e seu filho terão que pagar o valor de R$ 5.710.620,67, a título de danos morais coletivos reconhecidos em favor do Município, com juros e correção monetária.

O Juízo também decretou a perda do cargo público de provimento efetivo exercido pelo filho do ex-prefeito, providência que será considerada definitiva após o trânsito em julgado. Os quatro condenados ficam impedidos de exercer cargo ou função pública de qualquer natureza e de diretor, de membro de conselho de administração ou de gerência das pessoas jurídicas específicas. Ainda, foi decretado o perdimento de vários bens, como terreno, caminhão e valores em dinheiro.

O ex-prefeito e seu filho responderam ao processo preventivamente presos e nessa condição permanecerão até o trânsito em julgado; os empresários permaneceram soltos e a eles foi concedido o direito de recorrer da sentença em liberdade.

Fonte: Visor Notícias

Política

Governo lança plano para promover transparência e participação social no Executivo

O documento foi apresentado em evento no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis

Política

Deputada Paulinha defende estudo da história das mulheres do campo e da cidade em Santa Catarina

Para a deputada Paulinha, estudar a história das Mulheres do Campo e da Cidade traz luz para o protagonismo feminino em Santa Catarina

Política

Câmara de Itajaí discute morte de animais marinhos em redes de pesca ilegais

Resultado do debate será apresentado no relatório final da audiência pública

Mais notícias

Coronavírus

Máscaras irregulares vendidas ao governo de SC serão devolvidas à empresa na próxima segunda-feira

Nesta sexta, os servidores da pasta farão a contabilidade dos itens devolvidos no almoxarifado da Secretaria, em Florianópolis

Mercado Imobiliário

Vídeo: Sinergia entre setor imobiliário e turismo garante desenvolvimento para o litoral catarinense

Ligação entre esses dois importantes setores da economia é o destaque desta semana do Mercado Imobiliário SC, do Visor Notícias