keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Esposa de Dom Phillips afirma que corpos de jornalista e indigenista foram encontrados

A informação repassada pela mulher para jornalista ainda não foi confirmada pelas autoridades brasileiras

Arquivo Pessoal

Alessanda Sampaio, mulher do jornalista Dom Phillips, afirmou na manhã desta segunda-feira (13) que os corpos do marido e do indigenista Bruno Araújo Pereira foram encontrados. Os dois estavam desaparecidos desde o último domingo (05), no Amazonas.

A informação repassada pela mulher para jornalista ainda não foi confirmada pelas autoridades brasileiras.

Bruno e Dom despareceram há mais de uma semana na Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas. Eles tinham sido vistos pela última vez ao chegarem à comunidade São Rafael. De lá, eles partiram rumo a Atalaia do Norte, viagem que dura aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Vizinhos escutam gritos de socorro e descobrem que homem foi morto com 29 facadas

A vítima levou 29 facadas no corpo, a maioria na região do abdômen

Segurança

Policial mata a irmã a tiros e é presa pelo marido, que também é PM

Rhaillayne Oliveira de Mello, 23 anos, foi presa pelo próprio marido, que também é PM

Segurança

Polícia Civil prende homem que estava foragido por tráfico de drogas em Tubarão

O homem foi preso ainda em flagrante pelos delitos de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo

Segurança

Adolescente ameaça cometer atentado em escola de SC

O jovem é diagnosticado com transtorno mental e foi identificado e medicado

Mais notícias

Segurança

Vizinhos escutam gritos de socorro e descobrem que homem foi morto com 29 facadas

A vítima levou 29 facadas no corpo, a maioria na região do abdômen

Segurança

Policial mata a irmã a tiros e é presa pelo marido, que também é PM

Rhaillayne Oliveira de Mello, 23 anos, foi presa pelo próprio marido, que também é PM