keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Entenda como corpo de pescador que sumiu no mar do RJ chegou a praia de SC

Corpo foi encontrado na Praia Mole, em Florianópolis, a 700 km de onde desapareceu

X
Foto; Redes Sociais/ Divulgação

No dia 13 de janeiro, o corpo do pescador Marcelo da Silva Barbosa, de 38 anos, que desapareceu na praia da Barra da Tijucas (RJ), foi encontrado na Praia Mole, em Florianópolis, a 700 km de onde desapareceu. Ele ficou 44 dias em alto mar.

Em 25 de fevereiro, a embarcação pesqueira da Capital catarinense encontrou o corpo, que foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal). Marcelo e outros dois amigos haviam saído para pescar e não retornaram para casa. Segundo o UOL, as outras duas vítimas seguem desaparecidas.

Apesar do avançado estado de decomposição, parte do corpo foi preservada por causa da roupa de mergulho em material emborrachado usada por Marcelo. Familiares do pescador fizeram uma vaquinha para levar o corpo ao Rio de Janeiro, onde morava. O enterro ocorreu na a zona norte da Capital fluminense, na segunda-feira (1º).

Como o corpo chegou em Florianópolis

A explicação para o corpo de Marcelo aparecer tão distante do local em que desapareceu e permanecer tanto tempo à deriva deve-se à distância da praia e à época do ano, segundo o professor aposentado do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e PhD em Ciências Oceânicas Aplicadas, Eloi Melo.

Conforme informações do UOL, Marcelo estava a 60 km da costa quando ocorreu o naufrágio da embarcação. o que influenciou diretamente na direção para qual o corpo foi levado.

“A 60 km da costa, o naufrágio ocorreu ainda na plataforma continental — como se fosse uma rampa inclinada mar adentro — e à medida que você se afasta da costa, as profundidades vão aumentando e encontram o talude continental, com profundidades maiores”, explica o professor.

Fonte: ND+

Segurança

Empresário é preso por vender celulares furtados em loja de Camboriú

Conforme apurado, pelo menos 3 dos aparelhos foram comercializados na loja

Segurança

Moradora de Itapema que estava desaparecida é encontrada em Itajaí

Foi encontrada na manhã desta segunda-feira (12), a moradora de Itapema que estava desaparecida desde domingo (11)

Segurança

Equipamentos com tecnologia de informática forense são entregues para Instituto Geral de Perícias de SC

A informática forense representa 20% da demanda pericial do Instituto de Criminalística em Santa Catarina.

Segurança

Jovem fica ferido após cair em pedras enquanto fazia uma trilha no Oeste de SC

O fato foi registrado na tarde deste domingo (11) e foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e equipe do Serviço AeroPolicial de Fronteira

Mais notícias

Economia

Consumo de gás natural em Santa Catarina cresceu 8,5% em março

Entre os setores que utilizam gás natural, o destaque no consumo foi a indústria

Cidades

Audiência Pública discute LDO e PPA em Porto Belo

A Lei de Diretrizes Orçamentárias, - LDO, estabelece as metas e prioridades da Administração Pública para o exercício financeiro seguinte, orientando a elaboração e execução do Orçamento