keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Empresária milionária que mandou matar o marido morre em casa

A morte aconteceu em casa, onde ela cumpria prisão domiciliar desde 17 de novembro passado

A empresária Anne Cipriano Frigo, acusada de mandar executar o companheiro em julho de 2021, morreu nesse fim de semana em decorrência de um tumor no cérebro. A morte aconteceu em casa, onde ela cumpria prisão domiciliar desde 17 de novembro passado. As informações são R7.

A ré havia sido internada em 1º de outubro de 2021 com câncer no cérebro, que estava no nível mais avançado. No mesmo mês, ela foi submetida a uma cirurgia para a extração do tumor. A Justiça de São Paulo concedeu prisão domiciliar à empresária em função do tratamento, que exigia sessões de radioterapia e quimioterapia.

Anne foi presa em 29 de junho sob a acusação de planejar e mandar matar o companheiro, Vitor Lúcio Jacinto, após descobrir uma série de traições. Na ocasião, o executor do crime, Carlos Lex Ribeiro de Souza, também foi preso.

Segundo o Ministério Público, Anne pagou à época R$ 200 mil para que Carlos, que era amigo do casal, matasse Vitor. A vítima entrou no veículo de Carlos e ele dirigia pela rodovia Castello Branco quando atirou em Vitor, de acordo com a acusação. O corpo foi encontrado em 18 de junho, parcialmente queimado, perto da represa Guarapiranga, na zona sul.

Traição

A decisão de encomendar a morte de Jacinto teria ocorrido após Anne descobrir uma traição e o casal se separar, em maio. Segundo o promotor Fábio Tosta Horner, ela nutria um “sentimento de posse pelo companheiro”.

“Contrariada e não aceitando que Vitor, o qual era sustentado por ela e mantinha gastos elevados, pudesse se relacionar com outras mulheres e se separar dela, contratou os serviços de Carlos para que este matasse Vitor”, defendeu o promotor em denúncia à Justiça. Com a prisão preventiva decretada, a empresária foi encaminhada à Penitenciária Feminina Sant’Ana, no Carandiru, zona norte de São Paulo, onde ficou até 10 de agosto, quando a Justiça revogou sua prisão preventiva. Oito dias depois, em 18 de agosto ela retornou ao sistema prisional após outra decisão judicial.

Anne Cipriano aguardava decisão da Justiça sobre a realização de um tribunal do júri sobre o caso, em que sete jurados decidiriam se é culpada pelo homicídio ou inocente.

Fonte: R7/ND+

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Polícia Civil investiga roubo a cooperativa de crédito e sete pessoas são indiciadas

Quatro homens fortemente armados, todos em saída temporária, entraram no estabelecimento

Segurança

Polícia encontra carro de luxo furtado no Paraná em loja de autopeças de Penha

Na mesma loja foram encontradas peças de um Kia Cerato com registro de furto em Itapema

Segurança

Criança de oito anos mata bebê com tiro acidental

Pai do menino foi preso por posse ilegal de arma de fogo e ocultação de provas

Segurança

Operação da PF apreende R$60 mil em produtos proibidos em tabacarias de SC

Os agentes cumpriram mandados em Blumenau, Gaspar e Rio do Sul

Segurança

Polícia recupera carga de pneus roubada avaliada em R$500 mil

Além da carga roubada, foram apreendidos munições de calibre 9x19mm e entorpecentes

Mais notícias

Geral

Pais pedem demissão de professora: ‘Seu corpo distrai os alunos’

O perfil na internet da educadora também tem causado polemica devido a fotos ousadas

Segurança

Polícia Civil investiga roubo a cooperativa de crédito e sete pessoas são indiciadas

Quatro homens fortemente armados, todos em saída temporária, entraram no estabelecimento