keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Em busca da diversificação de suprimentos, SCGÁS realiza terceira chamada pública para aquisição de gás natural

O edital aceita também propostas de suprimento por meio de biometano, opção de insumo renovável

X
Foto: Arquivo SC Gás

A SCGÁS lançou nesta semana, de forma coordenada com outras quatro distribuidoras do Centro-Sul do país, uma chamada pública coordenada para suprimento de gás natural. Essa é a terceira chamada pública realizada pela Companhia em um período de dois anos. As distribuidoras são MSGÁS, GásBrasiliano, Compagas e SULGÁS.

O chamamento incremental anterior da SCGÁS está em fase de análise e visa equacionar a capacidade de entrega da zona de transporte SC2, que abrange os pontos de entrega de Biguaçu até Nova Veneza, no Sul do estado.

A chamada pública coordenada, denominada CP22, é mais uma ação coordenada das distribuidoras, e objetiva contribuir com a abertura do mercado de gás natural no país. O edital aceita também propostas de suprimento por meio de biometano, opção de insumo renovável.

Entre 2022 e 2023, a CP22 irá contratar, no conjunto das cinco distribuidoras participantes, cerca de 3,5 milhões de m³/dia de gás natural, complementando os volumes já contratados. A partir de 2024, o valor deve ser ainda maior, com potencial de contratação de seis milhões de m³/dia.

Os chamamentos realizados pela SCGÁS demonstram as medidas adotadas pela Companhia para atender cada vez mais clientes em Santa Catarina. Até 2025, a SCGÁS projeta levar o gás natural a 15 novas cidades catarinenses.

“A chamada pública coordenada visa garantir o suprimento adicional e manter a segurança operacional do nosso sistema de distribuição, considerando a demanda do mercado e nossos projetos de ampliação da oferta. Com a diversificação dos supridores, nosso objetivo também é, no médio prazo, levar um gás natural mais competitivo para cada vez mais regiões do Estado”, afirma Willian Anderson Lehmkuhl, presidente da SCGÁS.

Fonte: Visor Notícias

Economia

Balneário Camboriú terá o metro quadrado mais caro do país, afirma especialista

Segundo o CEO da Sort Investimentos, Renato Monteiro, após a conclusão da obra de alargamento da faixa de areia, o metro quadrado frente mar pode passar de R$ 40 mi

Economia

Indústria catarinense registra maior alta do país em fevereiro, aponta IBGE

No acumulado de janeiro e fevereiro de 2021, o Estado catarinense liderou o ranking das Unidades da Federação, com uma alta de 9,5%. A variação nacional foi de 1,9%, abaixo da verificada no primeiro mês deste ano de 2,6%.

Economia

Novo ranking da Forbes aponta Luciano Hang como mais rico de SC

De acordo com a cotação do dólar nesta quinta-feira (8), o valor da fortuna atual convertido para o real seria de R$ 15,12 bilhões.

Economia

Mercado brasileiro de peças de barco registra alta na pandemia

Varejo de peças náuticas no Brasil tem alta na pandemia, tanto por meio de vendas on-line quanto nas lojas físicas. Distribuidora de insumos nacional, Catarina Náutica, registrou aumento de quase 20% em vendas.

Economia

Dólar fecha em R$ 5,60 e atinge menor valor em duas semanas

Diversos fatores contribuíram para a queda da moeda norte-americana. O início da safra de grãos, que impulsiona as exportações.

Mais notícias

Segurança

Homem é morto com pedradas na cabeça em Santa Catarina

Apesar das buscas, o suspeito do crime não foi encontrado

Segurança

Corpo é encontrado pelos bombeiros no rio Itajaí-Açu

O corpo aparenta ser de um homem adulto e estava boiando no rio