keyboard_backspace

Página Inicial

Tempo

Dias sem sol e mais frios: La Ninã vai interferir no verão de Santa Catarina

Os dias sem sol tem deixado turistas e moradores do litoral revoltados, já que em outros anos o calor já estaria bem mais presente

X

O verão pode ter chuva de normal a acima da média no litoral Catarinense e no Vale do Itajaí. É o que garante a previsão trimestral da Epagri Ciram, divulgada no final de outubro e explica um pouco as últimas semanas de chuva e temperatura mais amena registradas na região. Os dias sem sol tem deixado turistas e moradores do litoral revoltados, já que em outros anos o calor já estaria bem mais presente. Isso sem contar que, com avanço da vacinação contra a Covid-19, muita gente está só esperando o sol aparecer para aproveitar as praias e os espaços ao ar livre.

Segundo o boletim da Epagri Ciram, o fenômeno La Niña mantém a chuva mal distribuída, com dias mais ensolarados do Oeste ao Planalto. A circulação marítima (transporte de umidade do mar para continente) e a ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul) na altura de SP favorecem dias com mais nebulosidade e chuva frequente no Litoral e Vale do Itajaí. A incidência ainda deve ser maior em janeiro.

Há destaque no trimestre para os temporais ocorrem com mais intensidade, com granizo e ventania. Por vezes a chuva ocorre com totais mais significativos em curto intervalo de tempo. Em novembro a chuva diminui, em relação a outubro, e a média mensal varia de 130 a 180 mm no Estado. Em dezembro, a segunda quinzena é mais chuvosa em relação à primeira, e a chuva se concentra especialmente no período da tarde e noite, em forma de pancadas passageiras, típicas de verão. A média mensal em dezembro e janeiro varia de 140 a 200 mm no Estado.

“Durante o trimestre, os episódios de precipitação ocorrem normalmente associados à passagem de frentes frias pelo litoral e influência dos Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCM) que provocam chuvas mais intensas em SC, sobretudo no Oeste e Meio Oeste”, explica o documento.

Geada fora de época

No trimestre a previsão, segundo a Epagri, é de temperatura na média climatológica em SC. Temperatura baixa na madrugada e amanhecer podem provocar episódios isolados, com geada fraca nas áreas altas do Planalto Sul. Mas, no decorrer de novembro e dezembro, as massas de ar quente atuarão com mais frequência e serão cada vez mais duradouras.

A previsão trimestral é assinada pelas meteorologistas Gilsânia Cruz e Marilene de Lima
Veja no link:

Fonte: Visor Notícias

Tempo

Ciclone bomba provocou ondas de ate 20 metros na costa dos Estados Unidos

Dados e monitoramento marítimo dos Estados Unidos foram divulgados nas últimas semanas

Tempo

Ciclone em SC: Mais de 117 mil casas ficaram sem luz após ventos de 80 km/h

O balanço dos estragos foi publicado pela Defesa Civil nesta sexta (26).

Tempo

Ciclone extratropical avança em SC; Defesa Civil emite alerta de temporal

A tarde desta terça-feira (23), deve registrar temporais em diversas regiões do Estado. A mudança no tempo acontece pela combinação da passagem de uma frente fria com calor e umidade. A Defesa Civil já emitiu […]

Tempo

Vídeo: Serra Catarinense registra geada em pleno 20 de novembro

O amanhecer gelado e a geada surpreenderam os moradores da Serra Catarinense neste 20 de novembro. A geada cobriu os campos em São Joaquim, uma das cidades mais frias do Brasil.

Mais notícias

Cultura e Lazer

Balneário Shopping está com horário especial de Natal

Horário especial de Natal tem o objetivo de proporcionar mais comodidade aos clientes

Atendente Virtual Visor

Estou disponível, posso ajudar?

openPopup