keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Design exclusivo de Juliano Guidi é destaque na Casa Cor SC de Florianópolis  

 

A Casa Cor SC de Florianópolis é a quarta mostra de decoração da qual o designer de mobiliário Juliano Guidi – nome por trás da Residual Art & Design, participa em 2017. Conhecido por transformar raízes e troncos de árvores descartados pela própria natureza em obras de arte e peças únicas, Juliano teve seu trabalho presente nos principais ambientes da Casa Cor do Paraná, São Paulo e Santa Catarina (o estado teve duas mostras, na capital e em Balneário Camboriú), ao longo do ano.

Na mostra catarinense, que encerra dia 22 de outubro, o designer participa com peças únicas na Suíte de Praia, da arquiteta Priscila Koch, e no espaço do arquiteto Marcelo Salum, premiado como Melhor Ambiente Conceito da edição 2017.

Em “Mar Sonoro, Mar sem Fundo, Mar sem Fim” – uma sala de Estar e Jantar de 90 m² assinada por Marcelo Salum – a Vitória Régia, mesa de centro de madeira imbuia com mais de 450 anos, reina absoluta entre os móveis herdados de familiares, carregados de lembranças e sentimentos. A mesa central, com mais de 1,80m de diâmetro e 230 kg, ganha projeção em contraste com o sofá redondo de cor clara, desenhado pelo próprio arquiteto numa parceria com o colega de profissão Frederico Cruz. “A mesa de centro do Juliano é uma das peças mais fortes do ambiente”, destaca Salum.

Na suíte de Priscila Koch, destaque para o aparador que tem como base uma mescla de raízes entrelaçadas de diferentes tipos de madeira de lei. Bem ao estilo “manezinho da Ilha”, o ambiente traz a natureza para o dia a dia. O conceito é aberto, inspirado nos lofts, integrando closet e sala de banho. “Essa mistura de madeiras resulta em uma composição de cores que confere todo o charme da peça”, destaca Juliano.

 

Juliano Guidi

 

O olhar do designer catarinense Juliano Guidi ganha um brilho diferente quando ele lembra da sua trajetória e da descoberta por esta forma de arte que, em 2015, o levou para duas exposições na Itália, em Milão, capital mundial do design.  Em novembro do mesmo ano, ele expôs o seu trabalho autoral na 3ª edição do BRAZIL S/A São Paulo, no shopping Cidade Jardim.

 

Juliano resgata o material em forma de raízes e troncos de árvores descartados pela própria natureza e os transforma em obras de arte e peças únicas de alta durabilidade. É dessa forma, sem causar impacto ao meio-ambiente, que Juliano trabalha no seu atêlier localizado na Praia Brava, em Itajaí. Sua arte está presente na maioria das mostras de decoração nacionais, como Casa Cor Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Geral

Crianças acham que os pais estão dormindo e ficam três dias em casa, com eles mortos na cama

Caso só foi descoberto porque o casal faltou a uma reunião de família

Geral

Centro de Eventos de BC, governador confirma concessão do empreendimento

Até o momento, foram investidos aproximadamente R$ 139 milhões na construção do espaço

Geral

Área recuperada pelo Estado após atuação da PGE vira farmácia no Hospital Infantil

Mudança para o novo espaço facilitou a distribuição e abastecimentos de insumos

Geral

MPSC condena integrantes de facção criminosa por homicídio e ocultação de cadáver

Homicídio triplamente qualificado foi praticado contra integrante de uma facção rival

Mais notícias