keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Descoberto grupo do facebook onde funcionários de funerárias publicam sexo com cadáveres

Segundo denúncias, existem grupos fechados no facebook chamados “Festa no IML” onde funcionários de funerárias no Brasil fazem publicações onde aparecem praticando e incentivando o ato da necrofilia. Pessoas que tiveram acesso ao grupo reuniram […]

Reprodução/Facebook

Segundo denúncias, existem grupos fechados no facebook chamados “Festa no IML” onde funcionários de funerárias no Brasil fazem publicações onde aparecem praticando e incentivando o ato da necrofilia.

Pessoas que tiveram acesso ao grupo reuniram um dossiê com o material que coletaram nas redes sociais e encaminharam para a Polícia Civil, Ministério Público e Polícia Federal.

No grupo “Festa no IML”, os membros só podem entrar se comprovarem que trabalham em funerária. Dentro, eles fazem apologia à necrofilia, compartilham fotos e vídeos dos corpos e realizando o ato criminoso e ainda comemoram quando mulheres jovens morrem.

Os casos vêm sendo investigados tanto pelo Ministério Público quanto pela Polícia Federal.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Brasil

Brasil registrou mais de 31 mil denúncias de violência doméstica contra mulheres até julho de 2022

Dados da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos abrangem atos de violência física, sexual, psicológica, moral e patrimonial; saiba diferenciá-los

Brasil

Luciano Hang almoça com Jair Bolsonaro em churrascaria

O almoço ocorreu antes de Bolsonaro seguir para o Allianz Parque, onde assistiu à vitória do Palmeiras sobre o Goiás

Brasil

Jô Soares morre aos 84 anos em São Paulo

Funeral será apenas para a família e amigos

Mais notícias

Geral

Primeiro clube flutuante de SC naufraga na Ilha das Cabras em Balneário Camboriú

Não havia ninguém no local quando a estrutura se desprendeu. A estrutura ficava atracada na margem direita do Rio Camboriú

Cidades

Força-tarefa de Itapema atuou durante toda a madrugada para diminuir estragos do ciclone

Foram registrados em média 150mm de chuva nas últimas 24h e cerca de 26 mil unidades ficaram sem energia elétrica