keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Delegado de Itapema conta detalhes de como localizou homem que matou comerciante

Homem seria responsável por ter começado a discussão e atirado em Daniel dos Santos, de 24 anos

X
Foto: Visor/Divulgação

Usando nome falso, escondido na casa de um amigo, com a esposa e os dois filhos. Foi assim que o delegado de Itapema, Diogo Medeiros e os investigadores, encontraram na noite de quinta-feira (25), em Arapongas (PR), um dos envolvidos no assassinato contra o comerciante Daniel dos Santos, de 24 anos. Segundo Medeiros, as investigações apontam que ele foi o responsável por atirar quatro vezes no jovem, em frente ao mercado da família, na noite de segunda-feira (23). 

Após localizar o homem, os policiais civis permaneceram de campana no local, onde o monitoraram. Para chegar ao paradeiro dele, as câmeras de monitoramento do mercado foram cruciais. Através delas, foi possível identificar a presença de um veículo Fiat/Uno preto, cuja placa batia com o suspeito natural do Paraná.

Diante das características, foi solicitado prisão preventiva ao Ministério Público e judiciário. Em conjunto com o setor de inteligência da polícia de Arapongas (PR), as ações foram montadas para prender o suspeito. “Ficamos um dia em campana e verificamos ainda que ele levou a esposa e os dois filhos junto. Decretamos a prisão e já encaminhamos para UPA”, comenta o delegado.

Suspeito começou a discussão

Os investigadores de Itapema, coordenados pelo delegado Diogo Medeiros, trabalham com diversas linhas de investigação. Uma delas é que o homem preso no Paraná, foi quem iniciou a discussão com Daniel, por conta da máscara, a qual o comerciante havia solicitado. Ainda, conforme Medeiros, foi ele quem fez toda confusão e que, atirou por quatro vezes na vítima. “Nas imagens mostra ele de capuz e atirando, mas ele não foi ouvido até o momento”, comenta.

Segundo a polícia, ele morava na rua 450, no Jardim Praia Mar, há pelo menos três anos. Após os fatos, fugiu para Arapongas (PR). O suspeito usava nome falso, por conta de um mandado de prisão em aberto que ele tem de outro homicídio. Por enquanto, os outros envolvidos não foram detidos, mas a polícia reforça que as investigações seguem para localizar os dois suspeitos. 

Fonte: Brunela Maria/Visor Notícias

Segurança

Influenciadora grava vídeo pouco antes de morrer em acidente

Veículo chegou a marcar 116 km/h; três pessoas morreram

Segurança

Bicho estranho encontrado em árvore que assustou moradores era um croissant

Moradores acionaram especialistas com medo do tal bicho estranho

Segurança

Homem atira mais de 10 vezes em carro e atinge motorista no tórax em Porto Belo

Helicóptero da PM sobrevoa Porto Belo para tentar encontrar o suspeito

Segurança

Idosa é encontrada morta no quarto com tesoura cravada no pescoço em SC

Vítima de 89 anos tinha diversas perfurações pelo corpo

Mais notícias

Segurança

Influenciadora grava vídeo pouco antes de morrer em acidente

Veículo chegou a marcar 116 km/h; três pessoas morreram