keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Delegacia Virtual da Mulher já está operando em Santa Catarina

Já está disponível no site da Polícia Civil (www.pc.sc.gov.br) a Delegacia de Polícia Virtual da Mulher. Ao entrar no site e clicar no banner a direita da tela, todas as vítimas de violência contra a mulher – exceto crimes que resultaram em morte – podem registrar seu Boletim de Ocorrência e entender tudo sobre o tema.

A iniciativa é da Polícia Civil, por meio do projeto PC Por Elas da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI). Os registros serão homologados e encaminhados virtualmente direto para as DPCAMIs de todo o Estado, agilizando o processo e facilitando a denúncia pelas vítimas.

Segundo a Polícia Civil, a iniciativa de aumentar os serviços online de proteção à mulher irá perdurar mesmo após a pandemia. A intenção é que as mulheres passem a fazer mais uso, pois além de facilitar as denúncias, na delegacia virtual da mulher elas podem conhecer mais sobre o tema e entender cada crime existente nesta área, suas penas entre outras informações relevantes para se proteger.

Número de violência doméstica em SC teve queda em quase todos os tipos de crimes

O número de violência doméstica em Santa Catarina ainda é alto, mas vem diminuindo nos tipos de crimes mais recorrentes.
Neste primeiro semestre do ano, de janeiro a junho, o número de violência doméstica caiu 9% em comparação com mesmo período do ano passado. O crime de estupro caiu 17%, o de ameaça caiu 11% e o de lesão corporal dolosa 15%.

Geral

Leilão do Instituto Guga Kuerten segue até o final de setembro

IGK está leiloando camisetas oficiais de times de futebol

Geral

Hospital Marieta se prepara para iniciar tratamentos com radioterapia aos pacientes do SUS

Medida beneficiará os pacientes oncológicos dos 11 municípios que compõem a Amfri

Brasil, Geral

Medidas provisórias liberam R$ 2,5 bilhões para vacinas contra coronavírus

Os R$ 2,5 bilhões serão liberados para o Fundo Nacional de Saúde na forma de créditos extraordinários

Geral

Deputado Kennedy Nunes será relator da denúncia no Tribunal Especial de Julgamento do Governador

Kennedy terá o prazo de 10 dias, contados a partir de segunda-feira (28), para apresentar seu parecer

Geral

Ministro do STF decide que Estado terá que ajudar Hospital Ruth Cardoso com R$ 2 milhões por mês

Estado continua obrigado a prestar suporte mensal de R$ 2 milhões para manutenção dos serviços do hospital

Mais notícias