keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Curandeiro é condenado duas vezes por estupro de adolescente em SC

A pedido do MPSC, o homem também foi condenado a pagar à vítima R$ 40 mil como valor indenizatório mínimo pelos danos morais sofridos

X
Foto: Divulgação

Um homem que se apresentava como curandeiro foi condenado duas vezes por estupro de uma adolescente de 12 anos na comarca de Rio do Campo.  Otto Daniel Watter  ficará preso por 11 anos e oito meses de reclusão, em regime inicial fechado. O acusado também terá que pagar R$ 40 mil à vítima como valor indenizatório mínimo pelos danos morais que causou à menina. 

A sentença atende integralmente a ação penal proposta pelo o Promotor de Justiça Thiago Ferla. De acordo com a denúncia, o acusado prevaleceu-se da vulnerabilidade da vítima e com a falsa promessa de usar seu “poder de cura” para acabar com os problemas de insônia e pesadelos da menina, e a estuprou duas vezes.  

Após cometer o crime, Otto Daniel Watter levou a vítima para casa e mandou-a tomar banho de sal grosso “para tirar os resíduos do cemitério.” Como se não bastasse, o acusado disse para mãe da menina que retornaria para fazer mais três “sessões” para “livrar” a adolescente do mal o quanto antes, se não ela poderia morrer. 

Os estupros foram cometidos no dia 7 de dezembro de 2020 e o acusado está preso. Ele foi preso preventivamente três dias depois do crime. A sentença foi proferida nesta terça-feira (9/2) pela Juíza da Vara Única da Comarca de Rio do Campo, Griselda Rezende de Matos Muniz Capellaro. Cabe recurso da decisão.

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Idosa sai para ir a uma festa e é encontrada 10 dias depois em buraco pela família

Idosa saiu de uma festa de aniversário no dia 13 de fevereiro para ir para casa e caiu dentro de uma grota

Segurança

Foragido por dois homicídios é preso em Florianópolis

Captura ocorreu no início da madrugada de terça-feira (23) pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça

Segurança

Polícia Civil de Itapema prende homem que estava foragido do Paraná desde 2013

Ele é suspeito de ter praticado os crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse de arma de fogo permitido e restrito.

Mais notícias

Cidades

Justiça condena construtora a pagar R$100 mil a vizinhos de edifício em construção

Imóvel vizinho ao empreendimento registrou diversos danos em sua estrutura durante o andamento da obra

Utilidade Pública

Águas de Penha realiza manutenções programadas na rede de distribuição de água

As manutenções programadas são realizadas sempre para melhorias no sistema