keyboard_backspace

Página Inicial

Saúde

Crescem em todo país os casos de síndrome respiratória aguda grave

Análise é da Fundação Oswaldo Cruz

Fernando Frazão/Agência Brasil

Os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) está crescendo, tanto nas tendências de longo prazo – últimas seis semanas – quanto de curto prazo – últimas três semanas. O dado foi divulgado nesta quarta-feira (6) no Boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Os sinais de crescimento aparecem em mais estados das regiões Norte e Nordeste, tendência que se iniciou mais tarde em relação aos estados do Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Em contrapartida, alguns estados do Sudeste e Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo) mantêm sinais de possível interrupção no aumento do número de casos, com formação de platô no mês de junho.

“Essa situação ainda está sem sinais claros de inversão para queda. No Paraná e no Rio Grande do Sul, por exemplo, observa-se tendência de retomada do crescimento em crianças, indicando que o cenário ainda é instável e exige cautela”, explicou o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe.

Dados referentes aos resultados laboratoriais por faixa etária seguem apontando para amplo predomínio do vírus Sars-CoV-2 (Covid-19), especialmente na população adulta. Nas crianças até 4 anos de idade, o aumento no número de casos de SRAG foi marcado por crescimento nos casos positivos para vírus sincicial respiratório (VSR) e leve subida nos casos de rinovírus e metapneumovírus. Nesse grupo, a presença de Sars-CoV-2 superou o volume de casos associados ao VSR nas últimas quatro semanas.

Embora não se destaque no dado nacional, o vírus influenza A (gripe) mantém sinal de crescimento em diversas faixas etárias no Rio Grande do Sul.

A análise indica que 20 das 27 unidades federativas apresentam sinal de crescimento na tendência de longo prazo (últimas seis semanas) até a SE 26: Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Roraima, Santa Catarina e Tocantins.

As demais unidades apresentam sinal de estabilidade ou queda na tendência de longo prazo.

Os dados completos podem ser acessados na página da Fiocruz na internet.

Agência Brasil

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Saúde

São José inicia campanha nacional de multivacinação

Meta é imunizar, no mínimo, 95% das crianças de um a menores de cinco anos de idade

Saúde

Itapema inicia vacinação contra a poliomielite e multivacinação em crianças e adolescentes

Os horários estendidos acontecerão semanalmente durante o mês de agosto

Saúde

Anvisa recebe pedido de registro para teste de varíola dos macacos

Até agora, 2004 casos de varíola dos macacos foram registrados no país

Saúde

Dia D de multivacinação ocorre neste sábado em Balneário Camboriú

O atendimento será na Unidade Básica de Saúde (UBS) Central, das 8h às 17h, com doses disponíveis de todo o Calendário Nacional de Vacinação

Saúde

Entrevista: Harmonização facial é caminho para a melhora da autoestima

A doutora Nádia Candiotto participou nesta quarta-feira do Visor Manhã e falou sobre os caminhos que levam a autoestima com a ajuda dos procedimentos de harmonização facial.

Mais notícias

Cidades

Itapema volta a registrar apagão neste sábado

Diferente do que ocorreu durante a semana, a luz estabilizou menos de uma hora depois do apagão

Animal

Homem ganha R$3 mil de recompensa após achar “Elvis”, papagaio desaparecido em Santa Catarina

O vizinho afirmou que o pássaro estava no terreno da casa dele desde a noite de sexta (12)