keyboard_backspace

Página Inicial

Mundo

Corrida pelo prédio mais alto do mundo: Jeddah Tower terá 1.008 metros de altura

Empresa de Bill Gates é uma das responsáveis pelo investimento

X

O prédio Burj Khalifa, que possui 828 metros e é o maior do mundo, poderá perder o cargo. Isso porque começou a ser construído o Jeddah Tower, que terá ao todo 200 andares e deverá ultrapassar 1.008 metros, além de consumir 515 mil m³ de concreto. Esse prédio ficará na segunda maior cidade da Arábia Saudita, em Gidá e foi planejado para suportar tempestades de areia, ventos e outras situações existentes no deserto. Até o momento só tem 1/4 da obra, que tinha prazo para ser inaugurada final de 2020, mas, a pandemia e questões técnicas atrasaram o empreendimento. 

Jeddah Tower terá mais de 515 mil m³ de concreto e 80 mil toneladas de aço, terá como custo estimado US$ 1,23 bilhão, cerca de R$ 6,61 bilhão. Além dos estudos, o prédio terá um projeto arquitetônico inédito, uma vez que para edifícios dessa altura, os projetos e materiais tradicionais, não funcionam. Um exemplo é a carga do vento, que para resistir foi necessário fazer o design do prédio mudar ao longo dos andares, para permitir que o vento circule pelo prédio e não o derrube.

O prédio será tão alto que ultrapassará as nuvens e será um edifício misto e terá espaço para um condomínio com vários apartamentos para moradia e um centro comercial, um hotel e áreas para escritórios, e a atração turística deverá ocorrer no observatório com mirante, a quase 700 metros de altura. O conceito de sua torre lembra uma planta do deserto que brota com uma folha e com o seu crescimento surgem outras. Dessa forma ao longo da torre há 3 recortes que são andares de estrutura única que se separam a fim de que o vento passe por eles, garantindo sua estabilidade.

Também haverá no interior da torre 12 escadas rolantes e 59 elevadores sendo que alguns terão velocidade acima de 60 km/hora. E contará com poderosos sistemas de ar condicionado, que junto com vidros especiais ajudarão melhorar a climatização e dispersar boa parte dos raios solares.

E também terá sistemas contra incêndios, contará com sistema elétrico refrigerado, galerias de contenção que possuem sistemas de eletricidade e hidráulicos próprios, e sistemas de comunicação e enfermaria. Essas galerias servem para conter um grande número de pessoas enquanto outras são retiradas rapidamente no prédio.

Como está a torre atualmente?

Cerca de 1/4 da torre já está construída, chegou a ser paralisada em 2018 e há expectativa de retomada da construção ainda nesse ano de 2021. Além dos desafios técnicos de uma obra tão imensa, a pandemia impactou na prioridade dos recursos financeiros, uma vez que foram destinados para combater a doença.

Os recursos para viabilizá-la reduziram sensivelmente por causa de outras prioridades para combater a doença. Além disso, um de seus incorporadores é a Bill Gate’s Cascade Investment Management, com 47,5% de participação. A empresa leva o nome de Bill Gates, o 3º homem mais rico do mundo. O problema é que o multibilionário mudou o foco: passou a investir em projetos com baixa emissão de carbono, o que não é o caso da Jeddah Tower.

Mesmo com a obra praticamente interrompida, a estrutura já construída é superlativa. Possui 270 estacas de concreto armado com 1,8 metro de diâmetro e resistência de 115 MPa, que atingem até 105 metros de profundidade. Elas sustentam uma fundação em formato de jangada, também em concreto armado, com 5 metros de espessura. Esse conjunto foi projetado para suportar uma carga de 860.000 toneladas.

Outra característica do edifício é que ele não possui pilares. Como o desenho arquitetônico lembra um “Y”, o Jeddah Tower tem um núcleo de concreto de onde partem paredes de concreto com resistência de 85 Mpa, e que formam o corpo da estrutura. Com a tecnologia de paredes de concreto, os projetistas estimavam que poderiam consolidar um pavimento a cada 14 dias. No entanto, os primeiros 25 andares avançaram ao ritmo de 1 pavimento a cada 35 dias.

Além da Bill Gate’s Cascade Investment Management, a incorporação do edifício também tem a participação da Jeddah Economic Company. Já a empreiteira responsável pela execução é a Saudi Binladin Group. Há ainda um pool de empresas britânicas, alemãs e norte-americanas ligadas ao projeto, para fornecer tecnologias que serão agregadas à construção. No auge da obra, entre 2015 e 2017, o canteiro de obras do Jeddah Tower chegou a empregar 9 mil trabalhadores da construção civil.

O diretor do escritório Thornton Tomasetti, Robert Sinn – responsável pelo projeto estrutural do prédio -, confirma que atualmente é impossível estabelecer uma data para a conclusão da obra. “O projeto da torre foi interrompido há cerca de dois anos, mas temos esperança de que recomece este ano (2021)”, comenta. Para não dizer que a construção está 100% paralisada, o projeto de urbanização em torno da edificação segue em andamento, mas em ritmo lento. Estima-se que a produtividade do canteiro de obras, na comparação com o que seria se o Jeddah Tower estivesse em execução plena, não chegue a 10%.

Fonte: Visor Notícias

Mundo

Mulher é presa suspeita de matar as três filhas de dois e seis anos

O marido da sul-africana foi quem encontrou as filhas mortas quando voltou para casa do trabalho

Mundo

Vídeo impressionante feito por bombeiros mostra lava engolindo casa

De acordo com os especialistas, há um volume de lava entre 17 milhões e 20 milhões de metros cúbicos

Mundo

Vulcão capaz de causar tsunami no Brasil entra em erupção na Espanha

Um vulcão entrou em erupção neste domingo (19) em La Palma, uma das ilhas do arquipélago espanhol Ilhas Canárias, lançando uma nuvem de fumaça e cinzas a partir do parque nacional Cumbre Vieja, no sul […]

Mundo

Menina de 2 anos e bebê são abandonadas em matagal na fronteira dos EUA

Elas foram encontrados quando agentes que estavam em um barco notaram "uma cor incomum" na margem do rio

Mais notícias

Mercado Imobiliário

Vídeo: Gestão Lucrativa do Tempo é tema da Academia Imobiliária desta semana

No Mercado imobiliário SC, toda semana, nosso consultor, Estevão Guerreiro, apresenta dicas e alternativas para quem já atua no setor e quer vender ainda mais. É a nossa “Academia Imobiliária. Nesta semana o tema foi […]

Mercado Imobiliário

Vídeo: Itapema contará com novo hotel da rede Intercity Hotels

O foco é atender clientes dos mais diversos públicos, mas principalmente àquele hóspede que busca um bom custo benefício para se hospedar em um curto período de tempo.