keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Continuidade da estiagem mantém alerta para redução do consumo de água em Santa Catarina

Diante do baixo volume de chuva dos últimos dias em todas as regiões de Santa Catarina, a Casan mantém o pedido de economia no consumo de água. A companhia monitora seus mananciais e atende casos […]

Diante do baixo volume de chuva dos últimos dias em todas as regiões de Santa Catarina, a Casan mantém o pedido de economia no consumo de água. A companhia monitora seus mananciais e atende casos pontuais de dificuldade de abastecimento em regiões altas e pontas de rede, mas conta com infraestrutura que permite a manutenção do fornecimento de água na grande maioria das cidades atendidas pelo sistema Casan.

Como o consumo está diretamente relacionado à cultura de cada família e a hábitos construídos ao longo do tempo, a companhia reforça a necessidade de uso responsável da água. No Brasil, segundo dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, o consumo per capita é de aproximadamente 162 litros/habitante por dia. Em Santa Catarina, cada pessoa gasta, em média, aproximadamente 154 litros de água por dia. “Porém, em Florianópolis, a média do consumo diário chega a 186 litros para cada habitante, o que, com certeza, pode ser reduzido em um momento preocupante de estiagem como o que estamos passando”, informa o chefe do Setor e Operação e Manutenção de Água da Superintendência Metropolitana da Grande Florianópolis, Bruno Kossatz.

“O desperdício de água varia de acordo com a cultura da região, pois os hábitos de cada sociedade interferem diretamente no elevado ou baixo consumo em suas atividades diárias”, complementa o engenheiro.

Segundo Kossatz, aproximadamente 75% da água consumida numa casa são gastos nos banheiros. Por isso, uma dica importante é evitar tomar banhos prolongados, já que o chuveiro é um dispositivo de consumo significativo de água. Estima-se que a cada minuto no banho há um consumo de dez litros de água. Utilizar descargas com caixa acoplada nos vasos sanitários reduz o gasto de 20 a 30 litros para 6 a 12 litros por descarga.

Também é importante observar todas as torneiras da casa, prevenindo e consertando goteiras e vazamentos. “Uma torneira gotejando pode desperdiçar até 46 litros de água por dia. E, se a água estiver gotejando rapidamente ou em forma de filete, perde-se de 180 a 720 litros diários”, alerta o engenheiro, lembrando outras dicas básicas, como fechar a torneira ao escovar os dentes e fazer a barba, reutilizar a água da máquina de lavar para limpar calçadas ou quintal, evitando a prática de “varrer” o chão com água potável.

“Se cada habitante economizar dez litros de água por dia em uma cidade de 400 mil habitantes, teríamos um ganho essa economia de 400 mil litros, quantidade que pode abastecer uma população de até 20 mil habitantes”, exemplifica o engenheiro da Casan.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Mamãe Falei e Marcelo Brigadeiro se enfrentam em Florianópolis

A luta deve ocorrer no final do evento, que ainda contará com painéis sobre política

Geral

Superfície de Marte é totalmente fotografada por sonda chinesa

Tianwen-1 passou um ano na superfície do planeta e completou tarefas

Geral

Balneário Camboriú faz 58 anos em julho com programação especial

Na programação, há atividades gratuitas e pagas. Além dos eventos organizados pela Prefeitura, estão previstos os de responsabilidade da iniciativa privada

Geral

SC inaugura o primeiro de 500 laboratórios Maker que serão instalados em escolas

O investimento para a aquisição dos equipamentos é de R$ 67.436.878 milhões

Mais notícias

Segurança

Polícia Civil prende homem que estava foragido por tráfico de drogas em Tubarão

O homem foi preso ainda em flagrante pelos delitos de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo