keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Contação de história contribui no desenvolvimento dos alunos de Itapema

Toda semana, os alunos do Pré da Escola Maria Linhares de Souza, no Bairro Alto São Bento, participam da contação de história. A atividade, desenvolvida pela professora de área Rejane Andréia de Borba, contribui no desenvolvimento da criatividade dos pequenos.

Nesta segunda-feira (23/10), foi da história “João Pé de Feijão”. Além de ouvir, os alunos também atuam como contadores recontando a história da maneira deles. A atividade continua com momentos para os alunos desenharem os personagens ou as cenas da narrativa.

“O grande objetivo da contação de história é criar na criança o hábito de ouvir e recontar desenvolvendo a oralidade, autonomia, criatividade e claro a imaginação”, explicou a professora de área, Rejane Andreia de Borba.

Para a Chefe da Educação Infantil, Gabriela Daroci trabalhar de forma lúdica contribui no desenvolvimento dos alunos. “Estas atividades semanais reforçam ainda mais o trabalho de oralidade e letramento realizado pelos professores”, afirmou Gabriela Daroci.

Cidades

Vaquinha arrecada dinheiro para criança atropelada por moto em Camboriú

A família pede ajuda financeira e de materiais para o uso da menina

Cidades

VÍDEO: Caminhão carregado de cerveja perde o freio e tomba na descida do morro de Bombas

Fotos e vídeos mostram a carga de cerveja despejada na pista e muitos curiosos em volta

Cidades

Trabalhadores ficam feridos após caírem de aproximadamente 8 metros em Tijucas

Testemunhas afirmam que os trabalhadores estava com equipamentos de proteção individuais (EPIs)

Cidades

Pedágios caros inviabilizam concessão das rodovias federais catarinenses, diz governo federal

Planos de concessão para as rodovias BR 153, 470, 282 e 280 foram revogados, segundo o secretário Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, Marcello da Costa Vieira

Cidades

Pesquisa aponta Santa Catarina como destino seguro mesmo durante a pandemia

Entre os que avaliaram o Estado como totalmente seguro, 41% pretendem viajar ainda no segundo semestre de 2020

Mais notícias