keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Consumo de gás natural industrial catarinense cresceu 21% em 2021

Gás natural, em Santa Catarina, abastece indústrias que, juntas, são responsáveis por cerca de 50% do PIB do estado

As 333 indústrias catarinenses que utilizavam gás natural em dezembro de 2021, consumiram uma média de 1.835.163 m³ por dia no ano passado. O valor é 21,32% superior quando comparado ao consumo de 2020 e 14,57% maior na relação com 2019. Ao todo, foram conectadas 25 novas indústrias à rede de gás natural catarinense em 2021, crescimento de 7,91%.

Em 2022, a distribuidora projeta conectar quase 30 novas indústrias nas regiões do Alto Vale (Lontras), Grande Florianópolis (São José), Norte (Guabiruba, Jaraguá do Sul e Joinville), Planalto Norte (Campo Alegre e São Bento do Sul), Sul (Cocal do Sul, Gravatal, Nova Veneza e Sangão) e Vale do Itajaí (Blumenau, Brusque, Gaspar, Içara, Pomerode e Timbó). Até 2026, o plano é atender cerca de 150 novas indústrias, chegando ao total de 480 indústrias abastecidas.

“A ampliação da oferta de gás natural para atender à demanda da indústria catarinense é uma das prioridades da nossa gestão. Nossa meta é viabilizar maneiras de aumentar o fornecimento do insumo para Santa Catarina. Assim, nossas indústrias terão um gás natural mais competitivo para continuar crescendo e poderemos distribuir o insumo para novas regiões do estado”, destaca o governador Carlos Moisés.

Para Ronaldo Macedo Lopes, gerente comercial industrial e veicular em exercício da SCGÁS, “a atividade de atendimento ao segmento industrial intensificada pela Companhia revela a demanda crescente do importante e diversificado setor produtivo catarinense, que mostra sua força mesmo em meio a crises”, conclui.

O gás natural, em Santa Catarina, abastece indústrias que, juntas, são responsáveis por cerca de 50% do PIB do estado e 85 mil empregos diretos. O fomento à economia também se dá na geração de empregos. Segundo dados do Observatório da FIESC, foram abertas cerca de 170 mil novas vagas formais em 2021 em 92,2% dos municípios catarinenses.

O número representa 6,1% do saldo nacional e o terceiro melhor resultado do país, o que coloca o estado na quinta posição comparativa entre os demais estados. Nesse cenário, a indústria de transformação foi responsável por 11,8% das novas vagas formais criadas no país, deixando o estado com o terceiro melhor saldo nacional.

Segundo o IBGE, a produção industrial catarinense cresceu 10,3% em 2021, melhor resultado nacional e bem acima da média do restante do país, que foi de 3,9%. O crescimento e a recuperação econômica das indústrias explicam também o aumento significativo do consumo e, consequentemente, a necessidade de ampliação do suprimento de gás natural no Estado.

No ano passado, a SCGÁS firmou dois novos contratos de suprimento. Um deles contratou 150 mil m³/dia de suprimento adicional para abastecer o crescimento das indústrias do setor cerâmico no sul do estado. Outra boa notícia para o setor é o terminal de GNL (Gás Natural Liquefeito) na Baía da Babitonga, em São Francisco do Sul. As operações devem iniciar no primeiro semestre de 2022, e projeta-se o aumento de 179% na disponibilidade do insumo para Santa Catarina, segundo projeto da empresa Golar Power LNG que foi adquirida pela New Fortress Energy.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Economia

SC bate novo recorde no comércio exterior em maio

Os embarques do estado superaram a marca de US$ 1 bilhão, o que representa o maior valor na série histórica para o mês

Economia

Diesel passa dos R$7 em Santa Catarina

O maior preço praticado do combustível foi registrado no Auto Posto Leal, no bairro Universitário, em Biguaçu

Economia

Leite deve chegar a R$7,00 em Santa Catarina nos próximos dias

Apesar do aumento iminente, a expectativa era de que o produto teria uma redução no preço após aprovação na Alesc do Projeto de Lei que manteve o ICMS em 7% até o fim do ano que vem

Economia

Petrobras nomeia Fernando Borges como presidente interino

Mais cedo, José Mauro Coelho pediu demissão do cargo de presidente da empresa e renunciou ao cargo de membro do Conselho de Administração da Petrobras.

Economia

Rendimento dos trabalhadores de SC cai 7,4% no primeiro trimestre de 2022

Dados estão na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE

Mais notícias

Segurança

Polícia Civil investiga morte de bebê de cinco meses em Criciúma

Óbito ocorreu dentro de casa na noite de sexta-feira (24)

Geral

Familiares se despedem do jornalista Dom Phillips em Niterói

Família disse que seguirá atenta aos desdobramentos das investigações