keyboard_backspace

Página Inicial

Mercado Imobiliário

Construtoras investem em novo perfil de idosos como público consumidor

Litoral norte desponta no radar da melhor idade. Além dos índices de valorização econômica, empreendimentos focam na integração com a natureza e busca por certificações internacionais.

Divulgação

O novo perfil de consumo imobiliário impulsiona investimentos no litoral norte de Santa Catarina, mais especificamente nas cidades de Porto Belo e Itapema. Com um mercado cada vez mais dinâmico e atualizado, focado em atender os mais variados públicos – sem deixar de lado as tendências, as construtoras têm procurado investir em imóveis voltados às necessidades de moradores com maior experiência de vida, a Terceira Idade, agora também chamados de novos idosos. “Durante anos, no segmento residencial, o grande foco das construtoras e imobiliárias, foi o público jovem e principalmente casais, recém-casados ou com filhos. Mas o cenário da sociedade está mudando e surge a necessidade de adaptação”, explica Cesar Zanon, presidente da Phacz Empreendimentos, que há 15 anos contribui para o desenvolvimento imobiliário catarinense.

Nesse sentido, há também a preocupação com a qualidade de vida, um potencial mobilizador para a busca por novos imóveis. A tendência é que o crescimento do número de idosos, supere cada vez mais os números em relação à população jovem. Até 2060, a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é de que a cada quatro brasileiros um será idoso. Se a atual expectativa de vida é de 72 anos para os homens e 79 para as mulheres, até lá será de 77 para eles e 84 para elas. Essa nova realidade amplia as fronteiras do que se conhece por “terceira idade” e requer novas formas de pensar. Segundo a agência UNFPA (Fundo de População das Nações Unidas), ligada à ONU, isso não se aplica apenas ao Brasil, mas a todos os países, de maneira geral. “Assim, com o aumento no número de idosos e a procura por qualidade de vida, urge a necessidade de um novo mindset dos empreendedores para atender esse nicho. E mais, os investidores apostam em empreendimentos com diferenciais e que mesclem sustentabilidade, rentabilidade e pensamento a longo prazo”, pontua Zanon.

Com PIB per capita (IBGE 2019) na 44ª posição nacional, Porto Belo destaca-se pelo perfil turístico valorizado pelo ecoturismo e oito praias com ampla faixa de areia e mar balneável, que propiciam a prática de exercícios físicos e ao ar livre e contato com a natureza, que por si só são responsáveis pela redução de estresse e aumento da felicidade, de acordo com recente estudo da Universidade Federal de Brasília. Marcos Araújo, consultor no mercado imobiliário, “ficou mais legal ser vizinho do sabiá, do beija-flor, das ondas do mar”.

O destino de férias é visto, atualmente, como a alternativa ideal para morada permanente e cuidado com o bem-estar. Ao saírem do perímetro urbano, os consumidores se encantam com o avanço urbanístico, a verticalização que moderniza os balneários e a facilidade de serviços como alimentação, conexão com a internet e o contato com a natureza. O meio ambiente é importante para os consumidores imobiliários, 80% deles colocam este quesito como prioridade, conforme recente pesquisa publicada pela Brain Inteligência Estratégica.

“Nos últimos meses, a procura por imóveis para esse perfil de compradores cresceu na ordem de 40% e a tendência é que tenhamos cada vez mais busca, principalmente por demanda de troca de moradia. A melhor idade está em busca de condomínios com equipamentos mais modernos, que proporcionem um maior cuidado com a saúde e tenham mais opções de lazer”, explica a gerente comercial da construtora, Luiza Lagemann.

Outro fator a ser observado – e que a pandemia potencializou é a migração para imóveis mais novos e mais modernos e, que ofereçam espaços ao ar livre. Nesse contexto, o Blue Forest, único empreendimento com certificação Leed em Santa Catarina e que foi projetado com todos os pilares de sustentabilidade – trazendo uma floresta suspensa a mais de 20 metros de altura, vem chamando atenção no mercado, com potenciais compradores de toda região sul e sudeste do país.

“Além de segurança e acessibilidade, a preocupação com a saúde física e mental é uma das nossas premissas e assim, a integração com a natureza vai muito além do cultivo de hortas. Esse novo olhar que está contribuindo para a sustentabilidade, já está presente nas nossas cidades, nos nossos bairros, nas nossas casas. Estamos voltando às origens, valorizando tudo aquilo que durante muitos anos as pessoas não valorizavam, ou seja, a natureza e todos os benefícios que ela nos traz”, comenta Zanon.

A empresa vem apostando em novos formatos na construção civil. “Os chamados projetos biofílicos, desenhados também pensando na melhor idade, estão aumentando dentro do cenário urbano, com construções que buscam incorporar características naturais em seus projetos, na busca por soluções sustentáveis que vão desde a ventilação, luz e vegetação”, finaliza o presidente da Phacz Empreendimentos.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Mercado Imobiliário

Novas regras ambientais exigem mais atenção da construção civil no litoral de SC

Acompanhamento de forma correta permite mais agilidade nas obras. Veja na reportagem do Mercado Imobiliário SC

Mercado Imobiliário

Arquiteta catarinense Thayane Santana lança projeto “Libertação”

Arquiteta mostra seu lado criativo através de multitalentos

Mercado Imobiliário

Novas regras para conter barulho em obras e construções são discutidas em Itajaí

Objetivo é evitar o excesso de barulho do maquinário e garantir a fiscalização

Mercado Imobiliário

Porto Belo ganha novo empreendimento residencial de alto padrão em Balneário Perequê

Edifício Torre di Giuseppe promete inovar o perfil da beira mar de Balneário Perequê

Mercado Imobiliário

Construção Civil: confirmada a redução do custo de importação do aço

A redução era reivindicada pelo setor desde o ano passado. Apoio foi destaque no Mercado Imobiliário SC desta semana

Mais notícias

Segurança

Criminosos se desesperam e sofrem grave acidente durante sequestro em Santa Catarina

Uma das vítimas conseguiu pular do veículo e fugir, mas a outra ficou dentro do carro e teve de ser atendida

Segurança

Carro fica completamente destruído em acidente em SC; motorista sobrevive

O motorista, de 38 anos, condutor do carro, estava no local aguardando socorro