keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Construção da Estação de Tratamento de Água de Penha recebe etapa da concretagem

As obras da Estação de Tratamento de Água de Penha seguem em ritmo acelerado. Até o momento já foram realizadas as obras de concretagem do tanque de contato, armação do aço do tanque de lodo […]

X

As obras da Estação de Tratamento de Água de Penha seguem em ritmo acelerado. Até o momento já foram realizadas as obras de concretagem do tanque de contato, armação do aço do tanque de lodo e concretagem da base dos módulos metálicos da ETA Penha. Também foi realizada a conclusão das obras da adutora de água bruta, que liga a captação à estação de tratamento.

Já as obras de construção da adutora de água potável de 315 milímetros, que vai levar água até o reservatório do Mariscal, se aproximam dos 3 quilômetros, dos 5 quilômetros previstos. Até o momento  já foram utilizados na obra  mais de 150 metros cúbicos de concreto na obra.

O engenheiro Pedro Escobar Senra, da concessionária Águas de Penha, que supervisiona o andamento da obra, explica que a intenção é aumentar o número de operários na construção para que os trabalhos avancem no maior número de frentes de trabalho possíveis de forma simultânea. “Essa é uma obra essencial para a cidade de Penha e segue em andamento de acordo com o cronograma”, pontua a presidente da concessionária, Reginalva Mureb.

Ela destaca ainda a importância do acompanhamento das obras pelos moradores. “Desejamos que a população acompanhe a construção em tempo recorde desta Estação de Tratamento de Água, que sequer estava prevista no contrato de concessão, e conheçam o esforço da empresa em amenizar os problemas de abastecimento no período de temporada”, enfatiza.

Com a construção da unidade, será possível ampliar a vazão de água em Penha em 70 litros por segundo nos períodos de maior consumo, sem dispensar a água recebida do rio Piçarras. A estação ocupará uma área de 2.370 metros quadrados nas proximidades da rua Honório Bortolatto, no bairro Santa Lídia. Com um investimento de R$ 9 milhões, a ETA Penha é uma alternativa para ampliar o fornecimento nos períodos de alto consumo no município.

De construção metálica, a ETA contará com floculadores mecânicos, decantadores de alta taxa e filtros de areia e antracito (carvão mineral). Complementam o complexo de tratamento de água, bombas de retrolavagem dos filtros, sistema de recuperação de água de lavagem dos filtros e sistema de adensamento e desaguamento do lodo dos decantadores através de “bags”.

Também fazem parte da estrutura a casa de química, sistema de estocagem e dosagem de produtos químicos (policloreto de alumínio, hipoclorito, cal, polímeros e flúor), reservatório elevado de água potável, sala de operação e laboratório, subestação elétrica e gerador diesel.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Butantan deve cancelar acordo de vacinação com prefeituras catarinenses

Se o governo federal decidir pela compra da Coronavac, a parceria entre as prefeituras de Santa Catarina e o Instituto Butantã será cancelada e o Ministério da Saúde assumirá a distribuição das vacinas contra o […]

Geral

Operação conjunta faz prisão por tráfico de drogas em Barra Velha

O homem foi preso em flagrante e na sua residência, localizada no Bairro Quinta dos Açorianos

Geral

Cães em estado de desnutrição são resgatados pela Polícia Civil

No local, foram encontrados dois cães, sendo um da raça Bull Terrier e outro da raça Pit Bull

Geral

FG Empreendimentos implanta academia de vendas

A FG Empreendimentos lançou recentemente a “Academia de Vendas FG”, com o objetivo de ampliar o conhecimento, aprimorar técnicas e comportamentos para seus colaboradores da área comercial e corretores parceiros. A abertura do programa foi […]

Geral, Utilidade Pública

Água de Camboriú investe em tecnologia de geofonamento

A tecnologia busca garantir um abastecimento contínuo e ainda assegurar a qualidade da água que é oferecida

Mais notícias