keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Construção Civil de Navegantes registra maior saldo de empregos dos últimos anos

Os dados são do Portal Setorial do Observatório da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC)

X
Divulgação

A construção civil em Navegantes iniciou o ano com boa notícia, pois o saldo acumulado de empregos, em 2020, é o melhor no setor nos últimos cinco anos. Com 762 admissões e 627 desligamentos, a indústria da construção registrou saldo positivo de 135 vagas, quase seis vezes mais do que o total registrado em 2019, que fechou o ano com 23 postos de trabalho. Os dados são do Portal Setorial do Observatório da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC).

O Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, com base territorial nos municípios de Itajaí, Navegantes, Penha e Piçarras, recebeu a notícia com entusiasmo. Reflexo deste desempenho no setor vem da taxa básica de juros da economia (Selic) se manter em 2%, desde agosto de 2020, estimulando o mercado imobiliário. Além disso, em janeiro deste ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central manteve a taxa básica inalterada, sendo esta a quarta vez consecutiva em que a Selic foi mantida no menor patamar desde 1999, quando o País adotou o sistema de metas para a inflação, segundo o Informativo Econômico da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Desta forma, o Sinduscon reforça que a construção civil posiciona-se neste cenário como uma das indústrias mais fortalecidas para se investir na atual conjuntura econômica, como vem acontecendo nos últimos meses.

De acordo com a CBIC, “em 2020, o setor da construção gerou empregos, preservou vidas e prosseguiu com a sua atividade produtiva. Contribuíram para o [bom] desempenho fatores como a capacidade de organização (novos protocolos para preservar a saúde do trabalhador, rápida adaptação nas vendas de imóveis online), a taxa de juros em menor patamar, o novo significado da casa própria para as famílias e o incremento do financiamento imobiliário”.

O empresário e presidente do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, Bruno Pereira, afirma que o saldo positivo de empregos revela o aquecimento do setor. “Nossa região tem força em diversos setores econômicos e a construção civil é um deles. Apesar da crise sanitária, conseguimos ultrapassar mais esta barreira, evitando o desemprego e a paralisação das obras. Visamos seguir com este saldo positivo em 2021, inclusive aumentar a oferta de empregos na região nos próximos meses”, comenta.

ADMISSÕES
Em 2020, a construção civil de Navegantes também registrou o maior volume de admissões dos últimos cinco anos. De janeiro a dezembro de 2020, total de 762 novas contratações foram registradas. Os valores variaram de 2016 até 2020, seguindo a ordem: 310 (2016), 150 (2017), 602 (2018) e 536 (2019). Fazendo um comparativo, de 2019 para 2020, houve um salto acima de 40% no volume de contratações na construção civil em Navegantes.

Fonte: Visor Notícias

Economia

Vendas de veículos têm queda de 14,6% em fevereiro

No segmento de carros de passeio, a retração ficou em 10,6%, com a produção de 155 mil automóveis.

Economia

Senai tem vagas abertas para capacitação gratuita em segurança digital

Os melhores talentos terão acesso a um programa de estágio ou emprego, posições que serão oferecidas por parceiros e clientes Cisco.

Economia

Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro

O setor ainda está em um patamar 12,9% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011

Economia

Arrecadação catarinense cresce 5,7% em fevereiro

Os segmentos que tiveram maior crescimento em fevereiro de 2021 em relação ao mesmo mês em 2020 foram o de materiais de construção

Economia

Poupança tem maior retirada líquida em fevereiro em cinco anos

A retirada líquida é a maior registrada para meses de fevereiro desde 2016

Mais notícias

Segurança

Caminhoneiro bate em motocicleta e dirige com moto grudada no para-choque e motociclista agarrado na porta

O caminhão teria passado por cima da mulher e a moto ficou presa na frente da carreta

Brasil

Piloto é encontrado vivo quase 40 dias depois de desaparecer com avião

O monomotor teria decolado no dia 28 de janeiro da cidade de Alenquer, no Oeste do Pará, com destino a um garimpo