keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Conselho do FGTS aprova distribuição de R$ 7,5 bilhões para trabalhadores

O Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aprovou hoje (11) a distribuição de parte dos lucros para os trabalhadores. Serão creditados nas contas vinculadas ao fundo R$ 7,5 bilhões, equivalentes a 66% do resultado positivo de 2019. O resultado total do ano passado foi de R$ 11,32 bilhões. Conforme a deliberação, os créditos devem ser pagos até 31 de agosto. A distribuição será feita proporcionalmente ao saldo de 31 de dezembro de 2019.

Segundo informações apresentadas durante a reunião do conselho, a distribuição dos recursos permitirá que o FGTS tenha rendimento de 4,90%, somados juros e correções obrigatórias. Dessa forma, o fundo passa a render mais que a poupança, que fechou 2019 com rentabilidade de 4,26%, e a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que terminou o ano passado em 4,31%. A decisão do conselho não altera as hipóteses em que o trabalhador pode sacar o FGTS. No site da Caixa é possível obter mais informações, inclusive sobre os saques emergenciais do fundo devido aos efeitos da pandemia da covid-19 na renda dos brasileiros.

Brasil

Yachthouse é o único empreendimento brasileiro a receber o prêmio de Arquitetura Americana em 2020

YACHTHOUSE by Pininfarina faturou o prêmio concedido pelo The Chicago Athenaeum Museum of Architecture and Design

Brasil

Homem vendia ossos humanos para rituais religiosos

O suspeito foi detido quando estava com um crânio e dois ossos que seriam entregues a um possível comprador

Brasil

De anel de jacaré a prédio comercial: os bens inusitados dos candidatos a prefeito e vereador

Mais de 340 mil candidatos declararam bens que superam R$ 1 milhão

Brasil

Apresentadora Palmirinha Onofre é internada em SP e preocupa fãs

Ela deu entrada no hospital na quinta-feira (22)

Brasil

Estudos apontam inviabilidade da concessão de diversas rodovias federais em SC

Apresentação realizada pelo secretário Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, Marcello da Costa Vieira, em oficina on-line da Federação nesta terça, preocupa a indústria catarinense, pois a falta de investimentos pode comprometer a eficiência e integridade da infraestrutura de transportes do estado; oficinas prosseguem até quinta (29)

Mais notícias