keyboard_backspace

Página Inicial

Turismo

Conheça três destinos preferidos entre naturistas em Santa Catarina

Para você que está planejando as férias de verão, separamos algumas dicas de destinos naturistas/nudistas em Santa Catarina, que estão entre os mais procurados pelos turistas brasileiros, especialmente durante o verão

X

A Wikipédia, a enciclopédia da internet, define o naturismo como um “conjunto de princípios éticos e comportamentais que preconizam um modo de vida baseado no retorno à natureza como a melhor maneira de viver e defendendo a vida ao ar livre, o consumo de alimentos naturais e a prática do nudismo, entre outras atitudes”. Ser um naturista, então, é um modo de vida, que vai muito além do que viver desprovido de roupas. A sociedade comum, entretanto, não aceita muito bem esse jeito mais natural de viver. E se você sair por ai sem roupas pode até ter que dormir na prisão e vai precisar de um advogado.

É por isso que muitos dos espaços para o naturismo e consequentemente para o nudismo são mais reservados, embora sempre despertem a curiosidade de vizinhos e passantes. O naturismo, de outro lado, também é um nicho de turismo, que leva os adeptos dessa prática aos mais diversos locais do mundo – normalmente para paisagens de tirar o fôlego, que fazem muito bem valer o valor do ingresso ou o constrangimento – para alguns ou para os iniciantes – de ter que desfilar sem roupas pela mata ou pela areia.

Separamos então algumas dicas de destinos naturistas/nudistas em Santa Catarina, que estão entre os mais procurados pelos turistas brasileiros, especialmente durante o verão, onde a falta das roupas não corre o risco de te provocar uma pneumonia. As atrações ainda passam bem longe do estilo “Largados e pelados”, daquela série da TV. A estrutura sempre favorece o contato com a natureza.

Balneário Camboriú – Praia do Pinho

Praia do Pinho se tornou famosa nos anos 1980 – Foto – Secretaria de Turismo de BC

É nesta que é umas principais cidades praianas brasileiras que encontramos a mais antiga e tradicional praia naturista ou nudista do Brasil. Ela ficou nacionalmente conhecida durante a década de 1980. Hoje, ela é ponto de referência para quem busca um local tranquilo para entrar em contato com a natureza. Por lá há até uma divisão – um setor onde roupas são opcionais e outro com nudez total. Uma espécie de área de adaptação.

A praia é pequena, são cerca de 500 metros de faixa de areia, mas a paisagem compensa. A natureza preservada domina. São rochas e costões e muita área verde na praia de trás – o cenário para quem chega lá é de tirar o fôlego. Dá até pra se hospedar por lá. Mas apenas pessoas que possuem o passaporte de membro da Federação Brasileira de Naturismo podem fazer reservas no local. A carteirinha pode ser adquirida no site da entidade (www.fbrn.org.br).

A areia é clarinha e o mar tem ondas fortes em muitos momentos, mas pode ser aproveitado por crianças na orla. A presença dos pequenos, aliás, é tema de dúvida para muita gente: o naturismo prega o contato com a natureza e não tem nenhuma conotação erótica. Os costões também são atração. Os frequentadores costumam usar o local para entrar em contato máximo com a natureza, despidos, e relaxar em uma das mais belas praias de Balneário Camboriú. A vegetação preservada e o belo oceano contribuem para deixar a paisagem daquele jeito que todos gostam nas férias, podendo apenas apreciar a beleza natural sem maiores preocupações.

Florianópolis – Praia da Galheta

Praia é considerada opção para o publico LFBTQI+ – Foto Horteis Costa Norte/Internet

O ponto naturista da Ilha de Santa Catarina é a Praia da Galheta. É uma praia de mar aberto localizada ao leste de Florianópolis e por lá o nudismo é opcional. A praia, faz algum tempo, também é considerada opção pelo público LGBTQI+. Na alta temporada, é comum encontrar homens desacompanhados caminhando pela orla para curtir a bela paisagem, mas também em busca de uma paquera.

A Galheta tem 950 metros de extensão. Para chegar nela, é preciso fazer uma trilha de 15 minutos que tem acesso pela vizinha praia Mole –um dos principais redutos LGBTQI+ da capital catarinense. Além das belezas naturais os frequentadores costumam dizer que é a “praia sem preconceito”. Diferentemente da maioria das praias naturistas no país, que só permitem a entrada de casais ou de naturista portador de identificação da FBRN, os homens sozinhos têm a entrada liberada. Mas calma, por lá também há muito respeito e não há nada que possa ser considerado erótico ou nesta linha.  

A liberdade na Galheta foi conquistada aos poucos. Nos anos 90, quando a praia foi oficializada naturista, alguns moradores picharam nas pedras ofensas e ameaças ao público gay. Hoje, ninguém mais tem tamanha ousadia. Os frequentadores tem combatido de maneira intransigente esse tipo de comportamento, da mesma forma que combatem quem tem algum comportamento considerado estranho ao conceito do naturismo.

Palhoça – Praia de Pedras Altas

Recando surgiu com chegada de uma família de gaúchos há cerca de 30 anos – Foto Facebook oficial da praia

Outro recanto naturista de Santa Catarina é a praia de Pedras Altas, na Enseada do Brito, em Palhoça, região da Grande Florianópolis. Por lá a tranquilidade e privacidade são pontos fortes, ao lado da natureza e do contato com o mar. O naturismo na praia surgiu com um casal de gaúchos, trinta anos atrás. Eles fundaram uma pousada e por lá e recebem turistas de diversos estados e países. Famílias vindas de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Argentina são a maior parte dos hóspedes.

Antigamente até chegavam por lá alguns curiosos. Agora sãos apenas pessoas que gostam de verdade deste estilo de vida e voltam sempre. A praia é dividida por pedras e pela vegetação em dois pequenos trechos. Desacompanhados ficam na primeira praia. Casais e famílias, na segunda. É uma divisão não oficial, adotada pelos frequentadores.

Para chegar em Pedras Altas é preciso primeiro ir até a entrada da Enseada do Brito. A entrada fica no km 232 da BR-101. O acesso é pela BR-101, a 30 quilômetros de Florianópolis, em direção ao Sul do Estado. Depois de passar a praia, siga em frente na estradinha de chão batido. Mas em poucos quilômetros será possível avistar a placa que delimita a região de naturismo. 

Fonte: Visor Notícias

Turismo

Porto Belo lança aplicativo com informações turísticas

O canal reúne informações turísticas e pode ser baixado gratuitamente pelas lojas de aplicativos ou através de QRcode, distribuído no comércio local

Turismo

Santa Catarina recebe megaveleiro francês em expedição internacional

Nesse período, o veleiro estará aberto para visitação

Turismo

Balneário Shopping apresenta a decoração de Natal

Dentro da programação natalina do shopping estão previstos desfiles, arrecadação de presentes e prorrogação da Promo do Milhão

Turismo

Fotos: Pousada de Santa Catarina recria a Vila do Chaves

Uma boa pedida para os fãs do seriado mexicano

Turismo

Ordem de serviço da Rota da Cachaça de Luiz Alves é assinada com investimentos de R$3,3 milhões

Um dia histórico para o aconchegante município de Luiz Alves, no Vale do Itajaí, considerada a Capital Catarinense da Cachaça. Na manhã desta sexta, dia 12, a deputada Paulinha participou da solenidade de assinatura da […]

Mais notícias

Coronavírus

Brasileiro testa positivo para Covid-19 ao chegar da África

Ele foi colocado em isolamento e já cumpre quarentena residencial

Segurança

Corpo sem cabeça é encontra em praia de Santa Catarina

Na tarde deste domingo (28), um corpo sem cabeça foi encontrado na praia de Itapoá, em Santa Catarina. Segundo informações da Polícia Militar, o corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição, o que impossibilitou […]

Atendente Virtual Visor

Estou disponível, posso ajudar?

openPopup