keyboard_backspace

Página Inicial

Notícias Corporativas

Como funciona o ISS para empresas e profissionais em São Paulo?

Toda empresa, independente do ramo em que atua, precisa conhecer e estar em dia com as diversas obrigações impostas por meio do sistema tributário brasileiro. Sendo assim, um dos tributos mais importantes para prestadores de […]

Toda empresa, independente do ramo em que atua, precisa conhecer e estar em dia com as diversas obrigações impostas por meio do sistema tributário brasileiro. Sendo assim, um dos tributos mais importantes para prestadores de serviço é o ISS (Imposto Sobre Serviços). O imposto municipal incide sobre uma extensa lista de atividades, sejam elas realizadas por micro e pequenas empresas ou profissionais autônomos.

Anteriormente conhecido pela sigla ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), a taxa é recolhida por todos os municípios, incluindo o Distrito Federal, e precisa ser apurada e paga pelo próprio contribuinte. Por se tratar de um tributo de abrangência municipal, as normas de aplicação, incluindo porcentagem, descontos e isenções variam de uma cidade para outra.

De forma geral, o imposto é direcionado para a cidade onde está localizado o estabelecimento comercial ou a residência do prestador – no caso de pessoa física. Porém, em algumas situações específicas, quando a empresa ou o profissional atua fora do seu local de origem, o pagamento é devido ao município onde foi realizado o serviço. 

No caso de São Paulo, a porcentagem é variável e aplicada de acordo com uma tabela de serviços. “A alíquota do ISS é estabelecida pelo município e pode variar de 2% a 5%, dependendo do enquadramento da empresa e do tipo de serviço prestado”, aponta Suany Nascimento, CEO da empresa de contabilidade digital Já Calculei. 

Ainda de acordo com Nascimento, a taxa também pode ser alterada, dependendo da localidade em que ocorre o fato gerador da cobrança. Os percentuais de 2% e 5% representam o limite mínimo e máximo definidos por lei, e cada município aplica o valor de forma independente, desde que dentro desses parâmetros.  

Dependendo do setor de atuação, o recolhimento pode ser efetuado por período mensal ou de forma anual, através de valores calculados ou previamente estimados. No caso de profissionais autônomos, o imposto é aferido em cada serviço através da nota fiscal. Já as empresas incluídas no Simples Nacional contribuem através da guia DAS (Documento de Arrecadação do Simples).

“Os únicos que estão isentos de pagar o tributo são prestadores de serviço com mais de 70 anos de idade”, diz Nascimento.

Considerando que o ISS é um tributo de alíquota variável que incide sobre a prestação de diversos tipos de serviço, ele acaba abrangendo um grande número de empreendimentos, tornando-se imprescindível que empresários e profissionais estejam plenamente cientes de como ele funciona e de como devem realizar sua contribuição.  

Para saber mais, basta acessar: www.jacalculei.com.br

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Notícias Corporativas

Um quarto das cidades ainda não conta com iniciativas de coleta seletiva

Cerca de 1400 municípios ainda não apresentam nenhuma iniciativa de coleta seletiva, isso representa 1 em cada 4 cidades brasileiras. Os dados inéditos são da última edição do Panorama dos Resíduos Sólidos, publicação de referência […]

Notícias Corporativas

Gartner indica queda de 12,6% do mercado de PCs no segundo trimestre de 2022

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, destaca que as remessas mundiais de PCs totalizaram 72 milhões de unidades no segundo trimestre de 2022, número que representa uma queda de 12,6% em relação […]

Notícias Corporativas

Mais de 40% dos adultos brasileiros possuem conta em bancos digitais

Os serviços financeiros digitais têm atraído cada vez mais brasileiros. Pesquisa global da Finder, consultoria em investimentos, mostrou que 42,7% dos adultos do país já possuem uma conta em banco digital. O número é 10,7% […]

Notícias Corporativas

Microfranquias crescem e ganham espaço no país

As microfranquias, modelo de baixo custo com investimento inicial de até R$ 105 mil, têm conquistado cada vez mais espaço entre os brasileiros. É o que mostra o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Franchising […]

Notícias Corporativas

Abes: setor de TI deve crescer 14% no Brasil em 2022

Apesar de preocupantes, elementos como a inflação e a questão de este ser um ano eleitoral não devem representar um entrave para os investimentos em TI (Tecnologia da informação) no país. Segundo o estudo “Mercado […]

Mais notícias

Geral

Primeiro clube flutuante de SC naufraga na Ilha das Cabras em Balneário Camboriú

Não havia ninguém no local quando a estrutura se desprendeu. A estrutura ficava atracada na margem direita do Rio Camboriú

Cidades

Força-tarefa de Itapema atuou durante toda a madrugada para diminuir estragos do ciclone

Foram registrados em média 150mm de chuva nas últimas 24h e cerca de 26 mil unidades ficaram sem energia elétrica