keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Com apoio da Fapesc, CGE cria robô para ampliar controle das compras públicas

Bot foi batizado de Cintia, sigla para Coleta de Informações para Tratamento Inteligente e Análise

A Controladoria-Geral do Estado, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação (Fapesc), desenvolveu um robô para auxiliar os auditores na coleta de informações sobre compras governamentais. O bot foi batizado de Cintia, sigla para Coleta de Informações para Tratamento Inteligente e Análise.

No seu primeiro trabalho, o robô vasculhou e organizou as informações de 12.500 solicitações de licitações autorizadas pelo Grupo Gestor de Governo (GGG) e publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) em 2021. São mais de R$ 15 bilhões em compras.  

As informações, apresentadas no DOE de forma não estruturada e em formato PDF, foram organizadas em tabelas e disponibilizadas em painéis do Sistema de Inteligência (BI-CGE). “É um volume enorme de informações, impossíveis de serem analisadas manualmente pela equipe da Auditoria-Geral”, afirma o Controlador-Geral do Estado, Cristiano Socas da Silva. 

Ele ressalta que o robô não substitui o auditor, mas permite maior agilidade, reduzindo esforços manuais e dirigindo as ações para as atividades de análise. “A tecnologia é muito importante nesse momento de aumento crescente no volume de trabalho da CGE”. 

O robô Cintia foi desenvolvido pela equipe de Informações Estratégicas da CGE, que conta com bolsistas da Fapesc. “A Cintia é um exemplo do que esperamos com os editais de chamada pública em cooperação com os órgãos e entidades do Executivo: promover a ciência e a inovação na gestão pública estadual”, afirma Fábio Zabot Holthausen, presidente da  fundação.

Neste primeiro momento, o robô atua no apoio do painel de Controle Organizacional Prévio para Análises Sistêmicas (COPAS) do BI-CGE. Criado para dar suporte ao controle prévio das licitações, contratos e aditivos, a ferramenta já está sendo usada pela equipe da Auditoria-Geral.

“Um dos nossos objetivos com o robô é substituir tarefas manuais, não intensivas em conhecimento, por aplicações executadas por softwares”, explica o coordenador de Informações Estratégicas da CGE, Edson Rosa Gomes da Silva. Ele adianta que novas aplicações estão em desenvolvimento para atender a Ouvidoria-Geral do Estado e a Corregedoria-Geral do Estado. 

Sobre o Cintia

O robô Cintia é um código desenvolvido na linguagem de programação Python e será empregado em várias ações de enriquecimento de informações e interação de dados no Sistema de Inteligência da CGE. A criação do bot contou com a expertise da equipe da CIES. O script foi desenvolvido em conjunto, mas destaca-se a participação dos bolsistas do Programa Integrado de Inovação do Controle – 2021, uma parceria da CGE com a Fapesc.  

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Cidades

Duas adolescentes e uma jovem são resgatadas de cárcere privado em SC, diz PM

Elas teriam sido obrigadas a se prostituírem e ameaçadas de morte com uso de arma de fogo

Cidades

Urnas para eleições de Porto Belo serão preparadas nesta quinta-feira (26)

Porto Belo votará para escolher novo prefeito para o município após o prefeito e o vice decidirem renunciar aos cargos

Cidades

Itapema irá ganhar nova praça com mais de 7 mil metros quadrados

A Prefeita Nilza Simas acompanhou as obras na tarde desta segunda-feira (23/05)

Cidades

Rompimento de rede compromete abastecimento de água em Porto Belo

A empresa informa que o conserto da rede começa na manhã desta terça, às 09h, e deve seguir até às 12h

Mais notícias

Mundo

Autora de ‘Como matar seu marido’ é condenada por matar seu marido nos Estados Unidos

Nancy Brophy escreveu um ensaio sugestivo sobre o crime anos antes da morte do cônjuge

Mundo

FBI fez alerta sobre tendência de alta de ataques em massa na véspera de massacre no Texas

Veja números de mortes por armas nos EUA, onde há mais de um ataque em massa por dia.