keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Caso Simone e Evanir: Mesmo grávida, feto não foi encontrado no útero da mulher assassinada em SC

Exame comprovou que Simone estava grávida, segundo a Polícia Civil

X
Foto: Divulgação/

Foi por causa de uma desavença financeira que Evanir Pires dos Santos Taborda e Simone Fialho foram assassinados em Chapecó, no Oeste do Estado. As informações foram repassadas pela Polícia Civil durante coletiva de imprensa realizada na tarde de quinta-feira (21). As investigações também apontaram que Simone estava grávida de 11 semanas, porém, não foi encontrado o feto no útero da vítima. Mesmo assim, um exame de gravidez confirmou que estaria grávida, segundo disse a polícia. 

Os corpos das vítimas forma encontrados no interior de Chapecó. O casal ficou desaparecido por quatro meses. Evanir e Simone foram vistos pela última vez no dia 20 de janeiro de 2021. Ele saiu de casa e foi para seu posto de lavagem, localizado no bairro São Cristóvão. Por volta das 8h voltou para casa, levou a sogra ao médico e o filho de 3 anos e meio para cortar o cabelo. Depois, retornou ao trabalho e essa foi a última vez que foi visto. Ela, no entanto, teria saído sentido Linha Peruzzo, interior de Chapecó, e também não foi mais vista.

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Duas mulheres já foram presas, uma de 25 anos e outra de 35 anos.  Elas foram encaminhadas ao Presídio Feminino de Chapecó. Um terceiro envolvido na morte do casal, um homem de 56 anos, segue foragido. De acordo com o delegado Wagner Papini, responsável pelo caso, as duas vítimas possuíam um relacionamento amoroso “público e notório”. Na data em que foram vistos pela última vez, ambos foram levados até as proximidades da linha Peruzo, em Chapecó.

No dia do crime, Evanir levou quatro tiros e foi colocado no porta-malas de um veículo. Segundo a polícia, o autor dos disparos foi o homem de 56 anos. Simone então foi levada pelos suspeitos até a linha Alto da Serra, onde os corpos foram encontrados. A promessa era que ela seria liberada. No entanto, sem um motivo aparente, apenas porque “estava com Evanir”, os suspeitos também a mataram no local.

Ela levou dois tiros, um na cabeça e outro no tórax. Ambos foram mortos no mesmo dia do desaparecimento, em 20 de janeiro. O corpo de Evanir foi o primeiro a ser localizado, por volta das 14h. Já o corpo de Simone foi encontrado às 17h. Após exames do IGP (Instituto Geral de Perícias), encontraram quatro projéteis de arma no corpo de Evanir e dois no corpo da Simone, feitos por uma arma calibre .22.

Em breve a polícia terá o laudo finalizado do IGP para juntar ao inquérito. Uma possível participação da esposa de Evanir, Claudia Regina Bee, no crime, foi descartada pela polícia. Participaram da coletiva o diretor de Polícia de Fronteira, delegado de Polícia Carlos Augusto Morbini, o delegado regional de Polícia em Chapecó, Ricardo Casagrande; o delegado de polícia da DIC e responsável pelas investigações, Wagner Papini e o gerente do Instituto Geral de Perícias, Jean Osnildo dos Santos.

Foto: Caroline Figueiredo/ND

Fonte: Com informações do ND+

Segurança

Polícia Civil prende jovens que arrancam coração de homem ainda vivo e gravam vídeos

Jovens arrancaram o coração da vítima e ainda filmaram toda a ação

Segurança

Acidente entre moto e carro em Porto Belo mata morador de Itapema

Motociclista retornava do trabalho quando se envolveu no acidente

Segurança

Homem é encontrado morto dentro de bueiro em SC

Vítima tem 22 anos e tinha marcas de facadas no pescoço e tórax

Mais notícias

Segurança

Polícia Civil prende jovens que arrancam coração de homem ainda vivo e gravam vídeos

Jovens arrancaram o coração da vítima e ainda filmaram toda a ação

Esportes

Presidente Bolsonaro assiste jogo do Brasil usando camiseta do Brusque

Foto foi publicada por ele nas redes sociais. Internautas repercutiram a imagem no Twitter