keyboard_backspace

Página Inicial

Mercado Imobiliário

Casas de ‘isopor’ são alternativas de obras rápidas com custo baixo em SC

Esse modelo construtivo, além de ser econômico, oferece conforto acústico e térmico

Casas de Isopor Visor Notícias
Foto: Divulgação/Quanthum

O sistema construtivo de paredes conhecido como ICF (Insulated Concrete Forms) é uma solução moderna para a construção civil, que atende às necessidades ambientais, econômicas e energéticas, além de oferecer conforto acústico e térmico para os usuários.

Com diversos benefícios, entre eles o menor custo de produção comparado ao sistema tradicional de alvenaria, essas placas são montadas horizontalmente e unidas através de peças próprias de encaixe ICF, formando uma estrutura que será preenchida com concreto. E o que chama muito a atenção nesse processo é a agilidade.

Referência nesse sistema construtivo na região, a empresa Quanthum, de Barra Velha, tem atendido muitos pedidos para esse modelo inovador. E para quem tem optado por esse tipo de construção, há opções como Moduframe, que são painéis de EPS com recortes para acomodar os perfis de fixação zincados do sistema de Light Steel Frame.

Outra opção para a construção com isopor é a Lage Isoteck, que é a primeira fôrma para laje em ICF do Brasil. Ela dispensa o telhado convencional, se utilizado o nosso sistema de impermeabilização. Possui o forro incorporado em EPS, tem redução acima de 40% no custo das composições laje, cobertura, calhas e rufos. E ainda o ICF QUANTHUN que são placas de encaixe ICF, formando a parede.

Gilberto Pacianello, diretor administrativo da Quanthum, explica que uma das principais vantagens desse sistema é a sua capacidade de oferecer conforto acústico e térmico para os usuários. As propriedades isolantes do poliestireno expandido garantem uma temperatura interna estável, reduzindo a necessidade de uso de sistemas de aquecimento ou refrigeração, o que resulta em economia de energia.

“Casas de EPS são formas. A estrutura toda da casa é com concreto e aço e o EPS fica nas paredes dando conforto acústico e térmico. São muitos benefícios, como o produto ser mais leve, o processo ser mais sustentável e rápido, além do custo que é bem diferente da alvenaria. E um dos fatores principais é que o isopor não é condutor de umidade, então a pessoa terá uma casa sempre seca, sem problemas de umidade”, diz.

Quer receber as notícias em tempo real?

Clique aqui para entrar no nosso grupo do WhatsApp e fique sempre bem informado.

⚠ ATENÇÃO: Caso não esteja conseguindo clicar no link das notícias, basta adicionar um administrador do grupo em sua lista de contatos.

Fonte: Visor Notícias

Sobre o autor:
Brunela
Brunela Maria
Brunela Maria é jornalista desde 2011 e formada pelo Centro Universitário IESB, em Brasília. Trabalhou no Notícias do Dia, em Florianópolis e na Record TV Brasília. Atua como repórter no portal Visor Notícias e também na WebTV desde 2019.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Mercado Imobiliário

Polícia confirma morte do CEO de empresa de SC suspeita de golpe bilionário em quase 3 mil pessoas

As informações minuciosas, relacionados ao fato, foram detalhadas em um relatório da Polícia Civil

Mercado Imobiliário

Abastecimento de água quente em prédios altos é desafio para engenheiros

Seminário em Balneário Camboriú, nesta quinta-feira (20), irá discutir normas técnicas e abrir espaço para apresentação de inovações

Mercado Imobiliário

VÍDEO: Central de Verão da Construtora Pastório proporciona integração à comunidade do Baneário Perequê

Local é equipado para receber colaboradores, corretores de imóveis e comunidade em geral

Mais notícias

Segurança

Homem é preso por ameaçar juízes e promotores em SC

Ação foi coordenada pela Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú

Educação

Reunião pública discute a volta das Escolas Cívico-Militares em Itapema

Projeto de lei do Executivo tramita no Legislativo e deve ser votado nas próximas sessões