keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Casan chega aos 51 anos com Plano de Investimentos de R$4 bilhões

A Companhia foi constituída em 2 de julho de 1971, quando herdou do antigo Departamento Autônomo de Engenharia Sanitária (DAES) 16 sistemas de abastecimento de água e dois de coleta de esgotos

Divulgação

A CASAN completa 51 anos neste sábado com um Plano de Investimentos de R$ 4 bilhões para os próximos três anos, e reforçando sua missão de promover saúde e desenvolvimento sustentável.

A Companhia foi constituída em 2 de julho de 1971, quando herdou do antigo Departamento Autônomo de Engenharia Sanitária (DAES) 16 sistemas de abastecimento de água e dois de coleta de esgotos.

Atualmente atende 195 municípios e aproximadamente 3 milhões de usuários, com um índice de cobertura de 98,99% de abastecimento na área urbana. Os serviços de coleta e tratamento de esgoto vêm crescendo, passando nos últimos três anos de 24,72% para 30,23%.

“Temos um conjunto histórico de investimentos, tanto em esgoto como abastecimento, já que o Planejamento Hídrico de Santa Catarina é uma prioridade do Governador Carlos Moisés. Esse suporte tem permitido que a CASAN avance na prestação de serviços e também continue trabalhando para cumprir as determinações de universalização do novo Marco do Saneamento”, destaca a presidente Roberta Maas dos Anjos.

Com foco na governança corporativa e na melhoria de seus processos de gestão e eficiência, a Companhia investe na ampliação da cobertura em coleta e tratamento de esgotos.

Nos últimos anos, grandes sistemas foram finalizados, beneficiando cidades como Araquari (Bairro Itinga), Braço do Norte, Canoinhas, Chapecó (Bairro Efapi), Concórdia, Criciúma (Grande Próspera e São Luiz), Curitibanos, Florianópolis (Monte Cristo), Forquilhinha, Ibirama, Indaial (Bairro Tapajós), Ituporanga, Lauro Müller e São José (Ponta de Baixo e Centro Histórico).

Outros importantes investimentos em esgotamento sanitário prosseguem. Na Capital, a CASAN possui em andamento a ampliação do Sistema de Esgoto Insular e do Sistema Ingleses/Santinho, além da implantação do Sistema Saco-Grande/Monte Verde – projetos que em conjunto somam investimentos de mais de R$ 340 milhões. Estão ainda em andamento projetos de implantação da infraestrutura de esgoto em Barra do Sul, Ipira-Piratuba, Itá, Mafra, Rio do Sul e Santo Amaro.

Este ano a CASAN também encaminhou aquela que será a maior obra de esgotamento sanitário de Santa Catarina: a desativação das lagoas de estabilização de Potecas, em São José, e a construção de uma nova e moderna Estação de Tratamento.

Além disso, novos recursos já foram prospectados junto ao mercado para captação e atendimento das metas determinados pelo Marco do Saneamento, com possibilidade de obtenção de financiamentos de até R$ 13 bilhões – quase seis vezes mais do que foi estimado pela Companhia para cumprimento das novas regras do saneamento no país.

Com suporte do Governo do Estado para investimento de R$ 1,7 bilhão em abastecimento, a CASAN moderniza e amplia essa infraestrutura, com projetos de novas redes de adução e distribuição de água, modernização ou implantação de novas Estações de Tratamento e de reservatórios. Somente neste primeiro semestre de 2022, o investimento chega a R$ 195,8 milhões.

Os valores correspondem à contratação de 150 novos reservatórios, além de 19 adutoras, para uma extensão total de 66 quilômetros. Todas as obras estão em plena execução.

Além de agilizar a aplicação dos investimentos, a CASAN obteve nos processos licitatórios uma economia de quase 20%.”Licitamos R$ 243 milhões em obras, e conseguimos um desconto de R$ 47,2 milhões. São recursos que poderão beneficiar mais cidades de nosso Estado com infraestrutura de saneamento”, complementa a presidente da Companhia.

Importantes projetos licitados antes de 2022 também prosseguem. Entre eles, o Projeto Chapecozinho, maior obra de abastecimento em andamento no Estado. Voltado a resolver as dificuldades de captação de água nos municípios de Chapecó, Xaxim, Xanxerê, Cordilheira Alta e Bom Jesus, esse megaprojeto vai beneficiar cerca de 500 mil moradores.

Compromisso social

“Trabalhamos com projetos grandiosos, como o Chapecozinho e a ETE Potecas, que atenderão um grande número de pessoas, mas também com melhorias de menor porte, levando qualidade de vida a pequenas comunidades de Santa Catarina”, ressalta a engenheira sanitarista, destacando o papel social da CASAN e de indutora do desenvolvimento catarinense.

Isso porque ao mesmo tempo que atende grandes centros urbanos e econômicos como Florianópolis, São José, Criciúma Rio do Sul e Chapecó, a CASAN garante saneamento a um grande número de pequenos municípios  ̶  cidades que dependem do sistema de subsídio cruzado e tarifa igualitária para garantir fornecimento de água e infraestrutura de esgoto.  

“Entre os 195 municípios que fazem parte do Sistema da CASAN, quase 70% têm dificuldades do ponto de vista de sua arrecadação e capacidade de investimento em água e esgoto. Temos muito orgulho em atender também estas cidades, levando saúde pública e qualidade de vida a todas as regiões de Santa Catarina”, destaca a diretora-presidente.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Campanha nacional conscientiza população para o fim da violência contra a mulher

Lançada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), iniciativa também promove o canal de denúncias Ligue 180 (Central de Atendimento à Mulher) e a Lei Maria da Penha, que completa 16 anos neste domingo (7)

Geral

Aposta de SC ganha R$ 71 mil na Mega-Sena

De acordo com a Caixa Econômica Federal, trata-se de uma aposta simples, com seis números, sendo que cinco foram acertados

Geral

SC: 18 apostas de SC ganham bolada na Quina e na Lotofácil

Sorteios do concurso 5916 da Quina e 2591 da Lotofácil foram realizados na noite de sexta-feira (5)

Geral

IBGE fez levantamento urbanístico de Itapema antes de iniciar Censo 2022

Segundo IBGE, 48 recenseadores já iniciaram as pesquisas do Censo pela cidade

Geral

“A Hora do Mamaço” acontece em Florianópolis neste final de semana

Uma equipe multiprofissional dará orientações às mães sobre aleitamento materno e os primeiros cuidados com os bebês nessa fase

Mais notícias

Saúde

Itapema inicia vacinação contra a poliomielite e multivacinação em crianças e adolescentes

Os horários estendidos acontecerão semanalmente durante o mês de agosto

Segurança

Perseguição na BR-101 termina com jovem preso e apreensão de 20kg de maconha

O condutor, de 23 anos, já possui passagens criminais relacionadas à entorpecentes