keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Carreta Furacão cai em ribanceira e duas pessoas morrem carbonizadas

O motorista do veículo perdeu o controle, saiu da pista e caiu no barranco de 15 metros de profundidade

Divulgação

Um acidente com um veículo conhecido como “carreta furacão” ou “trenzinho da alegria” terminou com duas pessoas mortas carbonizadas na BR-259 na noite da última terça-feira (07) a cerca de 35km de Governador Valadares, em Minas Gerais.

Segundo o Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência, o motorista do veículo perdeu o controle, saiu da pista e caiu no barranco de 15 metros de profundidade e, com o impacto, a carreta pegou fogo.

Os militares encontraram uma pessoa carbonizada na carreta assim que apagaram as chamas. Com ajuda do guincho, que chegou às 5h dessa quarta-feira (08), retiraram o corpo e localizaram mais uma vítima. A corporação gastou cerca de 5 mil litros de água.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Vizinhos escutam gritos de socorro e descobrem que homem foi morto com 29 facadas

A vítima levou 29 facadas no corpo, a maioria na região do abdômen

Segurança

Policial mata a irmã a tiros e é presa pelo marido, que também é PM

Rhaillayne Oliveira de Mello, 23 anos, foi presa pelo próprio marido, que também é PM

Segurança

Polícia Civil prende homem que estava foragido por tráfico de drogas em Tubarão

O homem foi preso ainda em flagrante pelos delitos de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo

Segurança

Adolescente ameaça cometer atentado em escola de SC

O jovem é diagnosticado com transtorno mental e foi identificado e medicado

Mais notícias

Segurança

Vizinhos escutam gritos de socorro e descobrem que homem foi morto com 29 facadas

A vítima levou 29 facadas no corpo, a maioria na região do abdômen

Segurança

Policial mata a irmã a tiros e é presa pelo marido, que também é PM

Rhaillayne Oliveira de Mello, 23 anos, foi presa pelo próprio marido, que também é PM