keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Carlos Moisés se manifesta sobre atentado no município de Saudades

Informações prévias dão conta de que homem invadiu uma creche na manhã desta terça-feira (04) e matou crianças e professoras na cidade de Saudades, no Oeste catarinense, além de ferir várias outras pessoas que estavam no local.

X
Foto: Divulgação

O governador afastado Carlos Moisés acaba de de manifestar no Twitter sobre a chacina que aconteceu no município de Saudades, no Oeste de Santa Catarina.

Informações prévias dão conta de que homem invadiu uma creche na manhã desta terça-feira (04) e matou crianças e professoras na cidade de Saudades, no Oeste catarinense, além de ferir várias outras pessoas que estavam no local.

O crime brutal foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros Militar e pela Secretaria Municipal de Saúde da cidade. Segundo os bombeiros, duas crianças e duas professoras teriam morrido na hora. Uma terceira criança foi levada em estado grave para o hospital.

O suspeito ficou gravemente ferido e foi conduzido ao município de Pinhalzinho, distante 11 km de Saudades. De acordo com a prefeitura de Saudades, a escola atende alunos do berçário, até três anos.

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Mãe espanca filha de 7 anos e deixa criança sem comida por dias; caso é investigado

Como forma de castigo menina era deixada de joelhos na cozinha durante toda a madrugada sem poder dormir

Segurança

Polícia Civil autua em flagrante autor das mortes em Saudades

Preso foi autuado em flagrante por cinco homicídios triplamente qualificados

Segurança

Polícia apreende 167 quilos de maconha em Pinhalzinho

O motorista, de 31 anos, disse que levaria a maconha até o Rio Grande do Sul

Mais notícias

Política

Paulinho apresenta projetos de mobilidade e turismo de Bombinhas para líder do governo Bolsonaro na Câmara

Uma das regiões beneficiadas é a do Mariscal, uma das praias mais procuradas pelos banhistas que todos os anos visitam a cidade

Segurança

Mãe espanca filha de 7 anos e deixa criança sem comida por dias; caso é investigado

Como forma de castigo menina era deixada de joelhos na cozinha durante toda a madrugada sem poder dormir