keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Caixa contrata 992 pessoas com deficiência concursadas

Cerimônia teve a participação do presidente Jair Bolsonaro

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou hoje (11) da cerimônia de contratação de pessoas com deficiência (PcD) para a Caixa Econômica Federal. O banco chamou 992 pessoas para o cargo de técnico bancário, aprovadas em concurso realizado em outubro do ano passado.

Com os novos funcionários, a Caixa passa a ter nos seus quadros cerca de 4.400 pessoas com deficiência, passando a cumprir a Lei 8.213/91 que determina que empresas com 100 ou mais funcionários tenham entre 2% e 5% das vagas preenchidas por trabalhadores portadores de deficiência.

“Quando assumimos só havia ao redor de 1.200 pessoas com deficiência”, disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. “Viajando pelo Brasil, na segunda viagem, ainda em janeiro de 2019, em Manaus, um empregado PcD me perguntou por que a Caixa não respeita a lei, que diz que 5% dos empregados tem que ser PcD”, lembrou.

Guimarães disse ainda que em 2019 a Caixa realizou um primeiro chamamento de pessoas com deficiência aprovados em um certame anterior ainda vigente. Ele disse estar orgulhoso com as novas contratações, das quais 700 pessoas já começaram a trabalhar.

Entre as funções a serem desempenhadas pelos novos empregados estão as administrativas, como relatar e dar andamento a processos, redigir correspondências, prestar atendimento a clientes e público e operar computador, terminais e outros equipamentos.

“Quando a gente passa pelas agências, as pessoas com deficiência normalmente são aquelas que atendem de uma maneira especial, porque passaram sua vida inteira sendo, muitas vezes, marginalizadas”, disse.

Durante a cerimônia de entrega dos crachás para os novos funcionários, Bolsonaro disse que, às vezes, para fazer funcionar a legislação é preciso se colocar no lugar do outro.

“Não é apenas porque uma coisa está no papel que ela vai ser cumprida. É preciso vontade, precisamos muitas vezes nos colocarmos do outro lado do balcão”, disse o presidente, lembrando ainda de outra medida do governo, que sancionou a lei que prorroga a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para motoristas de táxis e pessoas com deficiência.

A sanção da Lei 5.149, de 2020, publicada em dezembro do ano passado, prorroga a isenção do imposto na aquisição de automóveis de até 2 mil cilindradas por motoristas profissionais, como taxistas e motoristas de aplicativos, e para pessoas com deficiência física, visual, auditiva e mental severa ou profunda e pessoas com transtorno do espectro autista.

A presidente do conselho do Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado, o Pátria Voluntária, integrado ao Ministério da Cidadania, a primeira-dama Michele Bolsonaro, disse esperar que outras instituições também atendam ao que está previsto na legislação.

“Meu sonho é ver outras instituições com a mesma missão de transformar o nosso país em um país mais inclusivo. O grande desafio permanece, precisamos derrubar os preconceitos, mudar nossos olhares, aceitar o próximo como um brasileiro capaz, determinado e não como alguém limitado”, disse.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Brasil

Governo paga Auxílio Brasil a beneficiários com NIS final 7 nesta segunda-feira

Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa

Brasil

Justiça Federal bloqueia R$ 3,6 bilhões de Eike Batista

Processo se refere à recuperação judicial da MMX Mineração e Metálicos

Brasil

Bolsonaro classifica como “inadmissível” aborto em menina de 11 anos estuprada em SC

O presidente afirmou que as vidas de crianças e bebês devem ser preservadas

Brasil

Google lança no Brasil relatório que mostra quem paga por anúncios políticos em suas plataformas

Relatório de Transparência de Anúncios Políticos reúne anúncios que mencionam partidos políticos e candidatos a cargos de nível federal, e era um dos compromissos previstos no acordo da empresa com o TSE.

Brasil

Mais um suspeito do assassinato de Bruno e Dom é preso em São Paulo

Gabriel Pereira Dantas se entregou à Polícia Civil

Mais notícias

Economia

Lojas do Fort Atacadista de SC passam a aceitar todos os cartões de crédito

Além da economia e variedade, os clientes das 32 lojas no estado já contam com mais essa facilidade no pagamento; novidade passa a valer também para o Delivery Fort

Economia

Altevir Baron é finalista do Prêmio Personalidade de Vendas 2022

Diretor de mercado da FG Empreendimentos representa o segmento da construção civil nesta que é umas das mais tradicionais premiações do mercado