keyboard_backspace

Página Inicial

Geral, Segurança

Cachorro é amarrado no trilho de trem e tem a cabeça cortada em Santa Catarina

Com a passagem do trem, ele morreu decapitado

X
Foto: Divulgação

Um caso evolvendo a morte de um cachorro chocou moradores de Joinville, no Norte do Estado, na quarta-feira (14). Um cão foi amarrado em um trilho de trem e teve a cabeça cortada no bairro Floresta, na rua Gustavo Henrique Meyer, na Zona Sul do município. A Frente de Ação pelos Direitos Animais (Frada), foi quem divulgou o caso nas redes sociais. 

Uma pessoa que acompanha o trabalho da entidade informou sobre os maus-tratos ao cachorro e a Frada foi até o local, onde constatou que o animal havia sido amarrado no trilho. Com a passagem do trem, ele morreu decapitado. “Não é a primeira vez em que isso acontece. Faz uns dois ou três anos em que alguns garotos amarraram um cachorro no trilho de trem, mas por sorte uma pessoa conseguiu soltar ele”, conta a presidente Liliane Lovato.

A Frada agora busca informações sobre o histórico do cachorro e de quem poderia ter cometido o crime. Segundo Liliane, há relatos de que o animal andava com um morador de rua nas redondezas. A entidade também recebeu mensagens nas redes sociais de que uma pessoa publicou ameaças a um cachorro muito parecido com o encontrado morto no trilho de trem. No entanto, a Frada busca o máximo de informações possíveis sobre o caso para registrar boletim de ocorrência na delegacia.

Quem tiver qualquer informação que ajude a identificar a autoria do crime ou o histórico do cachorro pode entrar em contato com a Frada pelas redes sociais. A presidente da Frada ressalta que abandono e maus tratos contra animais são crimes, assim como deixar cachorros amarrados no quintal de casa. Por isso, ela orienta que as pessoas pensem muito antes de levar um animal para casa.

“Ele vai dar trabalho, sentir fome e frio, ficar doente e dar gastos. Então, se a pessoa não quiser ter essa responsabilidade e cuidar dele até o fim da vida, não deve pegar um animal”, reforça Liliane. Ela ainda afirma que adotar é diferente de gostar de um animal. Nem todas as pessoas têm condições de levar um cachorro para dentro de casa e cuidar dele para sempre. Nestes casos, há outras opções como ajudar uma ONG ou dar um lar temporário para um animal até que ele encontre um definitivo, por exemplo.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Deputado catarinense sofre acidente na BR-282

O acidente teria acontecido após o motorista desviar de outro veículo que estava parado sobre a pista

Geral

Penha faz aniversário e quem recebe o presente são alunos da rede municipal

Os novos brinquedos contribuirão para o aprendizado e desenvolvimento das crianças

Geral

Saúde realiza nesta sexta-feira sete cirurgias no Hospital Santo Antônio em Itapema

Secretário de Saúde, Dr. Alexandre Santos, destacou a importância do município realizar este procedimento

Geral

Vetter inicia construção de novo empreendimento em Piçarras

O Sunrise Tower trará uma visão nova do morar à beira-mar com espaços feitos para compartilhar momentos com a família

Geral

Verão dentro do inverno: SC vai registrar até 30°C antes da onda de frio extremo

Temperaturas máximas devem variar entre 25 a 30°C na tarde de domingo

Mais notícias

Geral

Deputado catarinense sofre acidente na BR-282

O acidente teria acontecido após o motorista desviar de outro veículo que estava parado sobre a pista

Mundo

Estados Unidos lançam ataques aéreos em apoio às forças afegãs

Talibã afirmou que ofensiva matou três dos seus combatentes