keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Brinquedo em parque de diversões trava há 18 metros de altura e deixa pessoas de cabeça para baixo

Empresa responsável pela atração afirmou que uma oscilação de energia causou o incidente.

X
Foto: Divulgação

Uma falha no brinquedo de um parque de diversões deixou na noite de segunda-feira (25), cerca de 18 pessoas de cabeça para baixo. O fato ocorreu na Praia Grande, no Litoral de São Paulo.  Um funcionário do parque foi visto por testemunhas empurrando o brinquedo para que ele voltasse a funcionar enquanto várias pessoas gritavam por socorro. A empresa responsável pela atração afirmou que uma oscilação de energia causou o incidente.

Chamado Kamikaze, ele faz giros de até 360 graus, sem longas paradas durante o percurso. Na noite desta segunda-feira, pessoas que estavam do lado de fora da atração notaram que havia algo de errado. O equipamento parou no ar, deixando todas as pessoas de cabeça para baixo por quase dez minutos.

Uma das testemunhas do incidente relatou que estava próxima à atração e acompanhou a falha e o desespero das pessoas que estavam presas nas duas cabines do Kamikaze. “Ele deu as voltas que dá e ficou parado lá em cima. Eu já tinha acompanhado o brinquedo outras vezes e sabia que ele não deveria ter ficado parado”, contou. Após cerca de um minuto, outras pessoas ao redor começaram a perceber que havia algo errado. “Esperamos, mas ninguém do parque veio. Ninguém fez nada. Então, meu namorado correu para chamar os bombeiros”, disse.

Oscilação de energia

Em nota, o Yupie! Park, responsável pela atração, informou “que é característica do brinquedo parar em cima para inverter o giro e, nesse momento, houve uma oscilação de energia que fez com que o brinquedo ficasse parado por alguns segundos a mais que o habitual”.

A empresa disse que, com a chegada da equipe de manutenção, foi realizado imediatamente o procedimento padrão previsto para essas situações, e todos os visitantes foram desembarcados em segurança, sem nenhuma intercorrência. O Yupie! Park também afirma que o brinquedo está funcionando normalmente.

A empresa ainda disse que ratifica a preocupação e o zelo com a segurança e informou que conta com profissionais especializados e treinados, e que todas as atrações seguem as normas da ABNT.

Em nota, a Prefeitura de Praia Grande informou que não há registro ou qualquer informação sobre “suposta ocorrência de falha técnica” em qualquer brinquedo no parque de diversões localizado no bairro Aviação, na segunda-feira (25). Também não foi registrado qualquer atendimento à vítimas no sistema de saúde da cidade relacionadas à esta “suposta ocorrência”.

Uma equipe foi ao local nesta terça-feira (26) e constatou que todos os equipamentos estão funcionando, com manutenção dentro do estabelecido pela legislação e toda documentação exigida está em dia.

Fonte: G1

Geral

Morre passageira de moto que sofreu acidente com caminhão na BR-101

Sandra estava internada no Marieta Konder, em Itajaí

Geral

Casal que sofreu acidente na BR-101 dirigia moto dos sonhos comprada há dois meses

Sandra e Anderson voltavam de um passeio por Campo Alegre, no Planalto Norte, quando, na volta, foram atingidos pelo caminhão

Geral

Menino de 13 anos desaparece após submergir em rio de Santa Catarina

O trabalho de buscas foi reiniciado no início da manhã deste domingo (7)

Geral

Caminhões não podem entrar em Porto Belo pela via principal

O Governo do Município de Porto Belo através do Decreto Nº 2.701, delimita o acesso de caminhões de grande porte ao Município. Considerando que o acesso principal do Município, pela Avenida Governador Celso Ramos através […]

Geral

SC contrata os primeiros 20 leitos de UTI na rede privada

Os leitos ficam em um hospital de Florianópolis. Eles vão receber pacientes do Sistema Único de Saúde encaminhados pela Secretaria de Estado da Saúde

Mais notícias

Geral

Morre passageira de moto que sofreu acidente com caminhão na BR-101

Sandra estava internada no Marieta Konder, em Itajaí

Coronavírus

São Joaquim decreta lockdown de uma semana

Objetivo é retirar a circulação de público e evitar a propagação do vírus