keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Bombeiros de Santa Catarina estão entre os melhores do mundo em Resgate Veicular

As provas do World Rescue Challenge, Desafio Mundial de Resgate Veicular, consistem em resgatar vítimas de cenários que simulam acidentes de trânsito, respeitando protocolos internacionais de atendimento pré-hospitalar e usando técnicas, manobras e equipamentos de resgate apropriados

Os bombeiros de Santa Catarina conquistaram algumas das melhores colocações nas provas do Campeonato Mundial de Resgate Veicular, eventou que terminou no domingo, 3, na cidade de Targu Mures, na Transilvânia, capital da Romênia. Dos três troféus conquistados pelo Brasil, dois deles estão sendo trazidos pela equipe do 11° Batalhão de Bombeiros Militar, com sede em Joaçaba: o de 1° lugar como melhor time em desenvolvimento na categoria Complexa e o 3° lugar geral, também da categoria Complexa. O Brasil também foi representado pela equipe da Escola Superior de Bombeiros (ESB), de São Paulo, que leva para o estado paulista a primeira colocação geral como melhor time em desenvolvimento nas manobras de resgate.

As provas do World Rescue Challenge, Desafio Mundial de Resgate Veicular, consistem em resgatar vítimas de cenários que simulam acidentes de trânsito, respeitando protocolos internacionais de atendimento pré-hospitalar e usando técnicas, manobras e equipamentos de resgate apropriados. Há duas modalidades de competição, a categoria Standard, em que os bombeiros precisam resgatar uma vítima de um cenário em determinado espaço de tempo, e a Complexa, em que os cenários são montados com duas vítimas a serem resgatadas. Foi nessa modalidade que a equipe de Joaçaba se sobressaiu.

A participação e a classificação dos bombeiros de Santa Catarina no campeonato mundial de resgate enche de orgulho os bombeiros de todo Brasil. “Eles são um exemplo de superação, pois conseguiram ultrapassar vários obstáculos, inclusive os financeiros, para angariar recursos e garantir a participação na Romênia”, disse o comandante-geral do Corpo de Bombeiros de SC, coronel Onir Mocellin.

Além disso, a colocação dos bombeiros militares no campeonato mostra que, apesar de o Brasil liderar o triste ranking mundial como um dos países com maior número de mortes por acidentes de trânsito, em Santa Catarina, os bombeiros estão no caminho da excelência no atendimento prestado, ressaltou o comandante Mocellin.

As três equipes de bombeiros brasileiros devem chegar ao Brasil somente nesta terça-feira, 5. As competições aconteceram entre 34 equipes de bombeiros, oriundas de 20 países diferentes.

Segurança

Homem é preso duas vezes em dois dias por perseguir mulher em SC

Um homem foi preso duas vezes em dois dias após perseguir uma mulher. Segundo informações da Polícia Civil, o a vítima tem uma medida protetiva contra o homem, que está proibido de se aproximar dela. […]

Segurança

Acidente com van deixa um morto e oito feridos em Santa Catarina

Um acidente com uma van nas margens da SC-480, na altura de Bom Jesus, no Oeste Catarinense, deixou uma pessoa morta e oito feridas. O acidente foi na noite desta quarta-feira (26). Segundo informações do […]

Segurança

Mãe com recém-nascido usa faca para se defender das agressões do marido em Porto Belo

O agressor arrombou a porta e começou a agredir a mulher com socos e chutes por todo o corpo

Segurança

Homem é preso depois de ameaçar matar a mulher e o filho

Nesta quarta-feira (26), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia do Município de Morro da Fumaça, prendeu um homem de 47 anos por descumprimento de medida protetiva em Morro da […]

Mais notícias

Geral

Destilaria de Santa Catarina conquista medalha de prata em importante concurso internacional

A bebida foi lançada em 2015, dois anos após a Destilaria Kalvelage estrear no mercado de bebidas brasileiro

Animal

Fotos: Animais silvestres resgatados são soltos em parque natural de Balneário Camboriú

Entre os animais soltos, estava um gambá vítima de atropelamento. Em novembro de 2021, ele chegou ao Complexo Ambiental apresentando apatia, dificuldade respiratória e sangramento nasal e oral