keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Bolsonaro passa pelo Oeste de Santa Catarina nesta sexta (06)

O presidente Jair Bolsonaro passará pelo Oeste catarinense nesta sexta-feira (06). A chegada de Bolsonaro está prevista para às 13h no Aeroporto Serafin Enoss Bertaso, em Chapecó. Há alguns dias a comitiva de segurança de […]

X
Carolina Antunes/PR

O presidente Jair Bolsonaro passará pelo Oeste catarinense nesta sexta-feira (06). A chegada de Bolsonaro está prevista para às 13h no Aeroporto Serafin Enoss Bertaso, em Chapecó. Há alguns dias a comitiva de segurança de Bolsonaro chegou na cidade com dois helicópteros da Força Aérea Brasileira e um avião Airbus.

Bolsonaro deve ser recepcionado pelo prefeito da cidade Luciano Buligon (PSL) e a expectativa é que ele se encontre com lideranças políticas locais. O presidente deve ser acompanhado pela deputada federal Caroline de Toni (PSL-SC), do ministro de Minas e Energias, Bento Albuquerque e do chefe da Casa Civil, Guto Silva.

Fonte: Visor Notícias

Política

Moisés é absolvido em julgamento e deve voltar ao cargo de governador em Santa Catarina

Por seis votos contrários ao afastamento, o governador volta ao cargo no Estado

Política

AO VIVO: Acompanhe a votação que decide o futuro de Carlos Moisés

O Tribunal Especial de Julgamento vota o primeiro pedido de impeachment contra o governador afastado Carlos Moisés da Silva (PSL) nesta sexta-feira (27) no Plenário da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). Clique aqui para […]

Política

2º Turno: Eleitor não pode ser preso a partir desta terça-feira

Restrição a detenções vai até 48 horas após o segundo turno

Política

Câmara de São José ampliou economia e relacionamento com a população

Presidente da Câmara e vice-prefeito eleito, Michel Schlemper, faz balanço positivo da gestão que se encerra em dezembro

Política

Vereador e candidato derrotado à Prefeitura de Garopaba é preso em Brasília

Prisão preventiva foi decretada no final do mês de outubro, na Operação Ordem Urbana II, mas Luiz Antônio de Campos, o Luizinho, estava livre porque a legislação eleitoral proíbe a prisão de candidato nos quinze dias anteriores ao pleito, salvo em flagrante delito

Mais notícias