keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Balneário Piçarras discute detalhes da certificação Bandeira Azul

Município pode se tornar a maior extensão de orla marítima a conquistar o selo internacional

X

A orla de Balneário Piçarras vem se destacando dentro e fora do país não somente pelas belezas naturais e atrativos turísticos, mas pela conservação e consciência ambiental. Prova disso é a certificação do programa Bandeira Azul, assunto discutido em reunião na tarde de ontem, na Fundação Municipal do Meio Ambiente (FUNDEMA).

Com a participação do secretário de Turismo, Lávio Dalfovo; secretário de Esporte, Cultura e Lazer, Ubiratan de Andrade Júnior, além da presidente da Fundação Municipal do Meio Ambiente, Rosemaria Bona, técnicos da Fundema e do Turismo e a Diretoria de Comunicação, o encontro abordou detalhes acerca da certificação que será concedida ao município pelo terceiro ano consecutivo.

A Bandeira Azul foi aprovada no trecho de 1,65 quilômetros – entre a descida da Avenida Getúlio Vargas até a Rua 2660. Desta vez, os requisitos exigidos foram ainda mais criteriosos comparado aos anos anteriores.

“É preciso manter os resultados obtidos na última certificação, apresentar relatórios de desenvolvimento desde a última temporada, além de propor novos projetos com base nos pilares principais do programa: balneabilidade, infraestrutura, segurança e educação ambiental”, destacou a presidente da Fundema, Rosemaria Bona.

PROJETO PILOTO

Balneário Piçarras ainda inscreveu neste ano no programa o trecho de ampliação da Avenida José Temístocles de Macedo para a bandeira. A intenção é levar o programa para o norte, por mais um trecho de aproximadamente 1,7 quilômetros, até a Rua 3750. Ao todo, o município possui 3,35 quilômetros de praia participantes do Programa Bandeira Azul, representando mais de 50% de toda a orla da cidade. Caso a certificação da bandeira seja confirmada, Balneário Piçarras será a maior praia em extensão do Programa Bandeira Azul.

BANDEIRA AZUL

Com critérios rígidos, o programa Bandeira Azul estabelece que praias com sua certificação devem ter atividades de educação ambiental a moradores e turistas, informações sobre a qualidade da água disponíveis aos usuários, além de dados dos ecossistemas locais e fenômenos naturais, incluindo código de conduta que reflita as leis e normas relativas ao uso da praia. Nesta fase piloto ainda é feito um acompanhamento semanal na praia De Balneário Piçarras quanto aos critérios exigidos pelo programa, com recolhimento de amostras da água com regularidade para conferência de sua qualidade.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Mulher encontra cobra venenosa dentro de saco de alface

Produto foi comprado em uma rede de supermercado

Geral

Setor de serviços em Santa Catarina tem alta de 9,9% em fevereiro

O volume de serviços em SC no acumulado de janeiro e fevereiro teve crescimento de 7,5%, o maior entre as 27 Unidades da Federação.

Geral

Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado

Com apenas uma aposta da Dupla-Sena, o apostador concorre a dois sorteios no mesmo concurso. Ganha quem acertar 3, 4, 5 ou 6 números, tanto no primeiro quanto no segundo sorteio.

Geral

Leão-marinho resgatado em SC tinha bala de arma de fogo alojada na cabeça

Ainda na quarta-feira, o pinípede foi hidratado e medicado. Mesmo com todos os esforços da equipe, o leão-marinho morreu no início da manhã desta quinta.

Geral

Ministério Público dá prazo para empresas potencialmente poluidoras apresentarem licenças ambientais em Porto Belo

A multa diária de R$ 5 mil deverá ser aplicada caso deem continuidade às atividades poluidoras sem as devidas licenças após o prazo concedido para regularização

Mais notícias