keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Audiência detalha traçado do novo sistema de abastecimento de Bombinhas em Porto Belo

O maior investimento de saneamento do litoral de Santa Catarina prevê muito mais do que resolver o problema histórico de falta d’água em Bombinhas e região. Projetado com foco nas melhores práticas de engenharia e sustentabilidade, o novo sistema de abastecimento do município se propõe também a valorizar uma das orlas mais bonitas do Estado: a praia de Porto Belo.

O projeto foi apresentado em detalhes durante audiência pública no Palco das Artes de Porto Belo, na noite de terça-feira, dia 14. A comunidade também pôde conferir amaquete da obra, que demonstra o traçado exato do novo sistema: o ponto de captação, por onde passam os 27 quilômetros de adutora, e o local da nova Estação de Tratamento de Água (ETA).

O novo sistema permitirá a redução da exploração de água bruta do Rio Perequê, atualmente utilizado para o abastecimento de Bombinhas, Porto Belo e Itapema. Assim que Bombinhas for autossuficiente em abastecimento, Porto Belo será diretamente beneficiado e terá uma disponibilidade hídrica muito maior, garantindo assim o abastecimento do município nas temporadas e nos momentos de escassez de água.

Um dos aspectos mais importantes da obra é a proposta de revitalização e valorização de 1,3 mil metros da orla de Porto Belo. Assinado pelo arquiteto Dalmo Vieira Filho – um dos mais renomados especialistas em preservação do patrimônio no Brasil – o projeto prevê a criação de áreas de convivência social e a valorização paisagística. Segundo Dalmo Vieira, um cuidado especial será dispensado às oficinas líticas da praia – locais onde os povos pré-históricos fabricavam seus instrumentos – com acompanhamento de um arqueólogo. “Atualmente abandonadas, estas oficinas líticas serão devidamente protegidas e sinalizadas, ganhando destaque na paisagem”, destacou o arquiteto em um vídeo gravado especialmente para o momento da audiência.

O presidente da Águas de Bombinhas, Ricardo Miranda, esclareceu dúvidas da comunidade e explicou que parte da adutora que passará pela praia de Porto Belo vai seguir o mesmo trecho que já possui tubulação enterrada. Segundo Miranda, após estudos técnicos de concepção da obra, identificou-se que a passagem da adutora pela Avenida Celso Ramos ficaria inviabilizada devido a uma série de interferências estruturais existentes. “É importante frisar que a nova tubulação não ficará exposta e nem traz qualquer tipo de risco ao meio ambiente e à população”, diz.

Desde o início dos estudos, a concessionária Águas de Bombinhas realizou, em respeito ao princípio da transparência, um total de sete sessões e audiências públicas na região. As obras estão em andamento e devem ser concluídas ainda na temporada 2018. Ao todo, estão sendo investidos R$ 50 milhões no novo sistema de água tratada de Bombinhas.

Cidades

Vídeo: Policiais ajudam cadeirante a subir rua íngreme

Os policiais estavam na rua quando perceberam a dificuldade de uma deficiente física em subir o local íngreme

Cidades

Governo estuda cinco rotas para implantação do transporte marítimo na Grande Florianópolis

Estudo ainda está na fase de modelagem, que será debatido com as prefeituras

Cidades

SC gera 25 mil empregos em setembro e obtém o melhor resultado do Sul do Brasil

Todos os setores da economia catarinense sentiram o aumento do número de postos de trabalho

Cidades

Mulher é resgatada após cair de prédio em Navegantes

A mulher estava caída na marquise do prédio quando os socorristas chegaram

Cidades

Adolescente morre após bater moto em carro estacionado

O adolescente pilotava uma motociclista quando bateu contra um carro que estava estacionado

Mais notícias