keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Atriz Diana Rigg, de Game of Thrones, morre aos 82 anos

Causa da morte da atriz não foi divulgada pela família

X

A atriz Diana Rigg, de 82 anos, morreu nesta quinta-feira (10). A causa da morte não foi divulgada. Segundo publicado pela BBC, o executivo Simon Beresford, disse em nota que a família pediu privacidade neste momento difícil. A artista faleceu em casa.

Diana teve grande trajetória como atriz. Ela atuou no papel de Olenna Tyrel, em Game of Thrones. Também ficou conhecida por atuar na série de TV Os Vingadores, no papel de Emma Peel e foi a Bond Girl Tracy no longa 007 – A Serviço Secreto de sua Majestade (1969).

A atris chegou a ser indicada nove vezes ao Emmy, além de ter sido indicada ao Bafta, Tony e Evening Standard por seus trabalhos nos palcos e nas telas. Ela foi casada duas vezes, primeiro com o artista israelense Menachem Gueffen, de 1973 a 1976, e depois com Archie Stirling.

O casal se divorciou em 1990 após o caso de Stirling com a atriz Joely Richardson. Rigg deixa a sua única filha, Rachael Stirling, também atriz, com quem trabalhou em episódios de Doctor Who e The Detectorists. Em 2017, a atriz havia se tornado avó pela primeira vez.

Geral

Leilão do Instituto Guga Kuerten segue até o final de setembro

IGK está leiloando camisetas oficiais de times de futebol

Geral

Hospital Marieta se prepara para iniciar tratamentos com radioterapia aos pacientes do SUS

Medida beneficiará os pacientes oncológicos dos 11 municípios que compõem a Amfri

Brasil, Geral

Medidas provisórias liberam R$ 2,5 bilhões para vacinas contra coronavírus

Os R$ 2,5 bilhões serão liberados para o Fundo Nacional de Saúde na forma de créditos extraordinários

Geral

Deputado Kennedy Nunes será relator da denúncia no Tribunal Especial de Julgamento do Governador

Kennedy terá o prazo de 10 dias, contados a partir de segunda-feira (28), para apresentar seu parecer

Geral

Ministro do STF decide que Estado terá que ajudar Hospital Ruth Cardoso com R$ 2 milhões por mês

Estado continua obrigado a prestar suporte mensal de R$ 2 milhões para manutenção dos serviços do hospital

Mais notícias