keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Atrações nacionais e regionais agitam o 20º Festival de Música de Itajaí que começa nesta sexta-feira

Para abrir as atividades, nesta sexta-feira (01) o palco será na Casa da Cultura Dide Brandão. A partir das 20h, Tarrafa Elétrica, Mimo O Show (com Giana Cervi, Vê Domingos e Bruno Khol) e Homenagem a Calinhos Niehues comandam o som. A apresentação é gratuita.

X

“Itajaí é o que deveria ser o Brasil! Pensa cultura e constroi cidadania! Esse é o caminho: um festival de música que articula toda a sociedade, insere todas as classes, […] para todos se envolverem com a melhor e mais rica música do planeta”.

Com o resgate dessas palavras escritas de próprio punho por Ivan Lins, lá no ano de 2006, é dado início à vigésima edição do Festival de Música de Itajaí.

Músico e compositor carioca, Ivan Lins é um dos nomes que integram a intensa programação do Festival deste ano. Antes dele, que sobe ao palco na próxima sexta-feira (08), outros artistas nacionais e regionais transformam Itajaí na capital da música. Durante o Festival, são esperados 600 profissionais e estudantes de música de todo o país, além da participação da comunidade em geral.

Para abrir as atividades, nesta sexta-feira (01) o palco será na Casa da Cultura Dide Brandão. A partir das 20h, Tarrafa Elétrica, Mimo O Show (com Giana Cervi, Vê Domingos e Bruno Khol) e Homenagem a Calinhos Niehues comandam o som. A apresentação é gratuita.

Fim de semana

Sábado (02), o cerimonial com presença de autoridades e espetáculo dos 20 anos do Festival de Música será no bairro Cordeiros. A comunidade poderá curtir o show gratuito na Praça Esportiva Gregório Cristino da Silva, localizada na rua Sebastião Romeu Soares, ao lado da Escola Melvin Jones. Esse é um dos grandes diferenciais do evento deste ano: a democratização do acesso à música de qualidade.

O show no Cordeiros será comandado por “Terravista” com um time de artistas que fazem de Itajaí referência musical para todo o Estado: Louise Lucena, Bárbara Damásio, Natália Pereira e Andreza Flores, com direção de Chico Preto.

O Teatro Municipal também receberá o melhor do jazz, do choro e da MPB durante o Festival de Música. Os espetáculos serão de 03 a 08 de setembro sempre com dois shows por noite: uma abertura com artistas locais e o encerramento com apresentação nacional. Os ingressos custam R$ 55 inteira e R$ 27,50 meia-entrada.

No domingo (03), o primeiro show nacional é com Silvério Pontes, Zé da Velha e Alessandro Kramer, a partir das 19h30.

Zé da Velha é o mais conceituado trombonista de choro em atividade. Fez base dos discos de Beth Carvalho, Martinho da Vila e muitos outros. Silvério Pontes é filho de trompetista, nasceu apaixonado pelo instrumento e iniciou a carreira aos oito anos de idade. Juntos, a dupla é considerada pela mídia como a “Menor Big Band do Mundo” pela sonoridade produzida pelos seus respectivos instrumentos. Eles serão acompanhados pelo acordeonista Alessandro Kramer.

Cidades

Vídeos: Defesa Civil trabalha desde a madrugada em estragos causados pelos temporais em Itapema

Apesar dos estragos, a Defesa Civil registrou apenas danos materiais

Cidades

Mulher ajudava a manobrar caminhão quando morreu atropelada

A cena forte causou choque nos familiares e moradores estiveram na propriedade para prestar apoio

Cidades

Pavilhão em Içara pode ter sido usado para preparar mega assalto em Criciúma

A cidade de Içara, vizinha à Criciúma, no Sul de Santa Catarina, entrou no foco das investigações da polícia sobre o mega assalto a banco realizado na madrugada de terça-feira (1) e que aterrorizou a […]

Cidades

Carga de telha cai de trator mata criança de nove anos em SC

A criança estava com a família no manuseio de uma máquina agrícola, quando a carga de telha caiu sobre a criança, que morreu no local

Cidades

Mulher de Itajaí que mora nos EUA descobre que filha de 9 anos é superdotada

Menina entrou para uma entidade internacional que reúne pessoas com elevado QI nos EUA

Mais notícias