keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Atingido quatro vezes com arma não letal, homem será indenizado em Balneário Camboriú

Município foi condenado ao pagamento de indenização por danos moral e estético no valor de R$ 10 mil

Foto: Divulgação

Um cliente de uma lanchonete será indenizado por ter sido ferido por guardas municipais em uma confusão ocorrida após uma partida de futebol transmitida em um estabelecimento no Litoral Norte. O município terá de pagar ao homem mais de R$ 10 mil, por danos morais e estéticos causados pelos agentes públicos. A ação foi apresentada ao juízo da Vara da Fazenda da comarca de Balneário Camboriú, com a adoção do rito dos Juizados Especiais da Fazenda Pública.

O homem alega que ao final da partida, houve um desentendimento entre torcedores que estavam reunidos no local, momento em que o tumulto se alastrou. Foi quando os agentes fardados chegaram ao local e iniciaram agressões físicas. Ele, que não estaria envolvido na confusão, foi atingido no rosto com um golpe de cassetete e na sequência, um dos guardas disparou, com arma não letal, em sua direção e lhe atingiu a coxa. No total, quatro disparos foram efetuados contra ele. Além da dor e do constrangimento, o homem ficou com cicatrizes permanentes pelo corpo.

A parte ré apresentou resposta onde sustentou que a conduta dos guardas municipais se deu em estrito cumprimento do dever legal, ao passo que o autor não teve êxito em comprovar que realmente não participou dos fatos que originaram a ocorrência. Não restou colacionado aos autos qualquer informação de que o homem fora investigado ou denunciado pela prática de condutas criminosas na data do incidente.

De acordo com a magistrada sentenciante, participante do programa APOIA, da Corregedoria-Geral de Justiça, as fotos das lesões nos membros do autor da ação comprovam que o armamento empregado pelos agentes municipais foi responsável por sérias lesões por estilhaços, além das ocasionadas pelos disparos. Logo, não restou minimamente comprovada a tese de que os guardas municipais agiram no estrito cumprimento do dever legal, tampouco a configuração das excludentes da responsabilidade civil objetiva do Estado.

O município foi condenado ao pagamento de indenização por danos moral e estético no valor de R$ 10 mil ao torcedor. Aos valores serão acrescidos juros e correção monetária. O caso foi registrado em novembro de 2019. Em nota a prefeitura disse que “a Procuradoria- Geral do Município informa que irá fazer um estudo mais aprofundado da decisão e, posteriormente, decidir se recorre ou não”.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Polícia Militar de Santa Catarina recebe 140 novas viaturas

Os veículos SUV, modelo Chevrolet Tracker, serão distribuídos a 91 municípios catarinenses

Segurança

Homem que tentou matar ex-companheira com golpes de tesoura é condenado pelo Tribunal do Júri

Os jurados entenderam que ele praticou tentativa de homicídio qualificado por feminicídio

Segurança

Policiais resgatam filhote de gavião na BR-101

Os policiais que passavam pelo local viram a cena, e conseguiram capturar o animal com auxílio do jaqueta de um deles

Segurança

PM vai a júri por morte de jovem que usava arma de brinquedo do tipo airsoft no quintal

Vítima estava no quintal de casa e manuseava uma "arma de brinquedo do tipo airsoft" quando foi surpreendida pela guarnição

Segurança

Adolescente é perseguida e estuprada no meio da rua em SC

Uma testemunha que passava pelo local, ouviu os gritos de socorro, ajudou a adolescente e acionou a polícia

Mais notícias

Economia

Lojas do Fort Atacadista de SC passam a aceitar todos os cartões de crédito

Além da economia e variedade, os clientes das 32 lojas no estado já contam com mais essa facilidade no pagamento; novidade passa a valer também para o Delivery Fort

Economia

Altevir Baron é finalista do Prêmio Personalidade de Vendas 2022

Diretor de mercado da FG Empreendimentos representa o segmento da construção civil nesta que é umas das mais tradicionais premiações do mercado